18 de Maio de 2020 Atualizado 11:44

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

COVID-19

Hospital de Campanha começa a receber equipamentos em Sumaré

Implantação do espaço com 76 leitos de UTI está prevista no plano de contingência do município contra o novo coronavírus

Por Bruno Moreira

11 Maio 2020 às 08:54 • Última atualização 11 Maio 2020 às 12:08

O Hospital de Campanha de Sumaré começou a receber equipamentos e maquinários para que possa entrar em operação. O espaço servirá de reforço às ações de combate ao novo coronavírus (Covid-19) na cidade e está sendo estruturado no antigo hospital Madre Theodora, na região do Nova Veneza.

Segundo a prefeitura, serão viabilizados, ao todo, 76 leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva), sendo 20 deles estruturados pelo município e 56 pelo Governo do Estado, além de leitos de enfermaria.

A implantação do hospital de campanha está prevista no plano de contingência de Sumaré, iniciado em janeiro. O procedimento capacita funcionários da Saude e realiza ações de orientação à população, de acordo com as determinações do Ministério da Saúde e Secretaria Estadual de Saúde.

A prefeitura ampliou os leitos das UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) Matão e Macarenko. Todas as outras 22 unidades de saúde da atenção primária estão voltadas para o atendimento do coronavírus. A Secretaria de Saúde ainda disponibiliza seis unidades de referências para tratamento da Covid-19.

Macas já montadas no Hospital de Campanha de Sumaré – Foto: Prefeitura de Sumaré / Divulgação

Os moradores que apresentarem sintomas leves da doença, por exemplo, devem procurar a unidade localizada na sua região: Região Central/Rural (UBS Veccon), Região do Matão (UBS Matão), Região do Picerno (UBS Bordon), Região do Maria Antonia (UBS Florely), Região da Área Cura (UBS Ypiranga) e Região de Nova Veneza (PA-CIS Nova Veneza).

Com informações da Prefeitura de Sumaré.

Podcast Além da Capa
A quarentena decretada no Estado de São Paulo para combater a proliferação da pandemia do novo coronavírus (Covid-19) completa 50 dias nesta semana. Com as restrições impostas, muitas pessoas tiveram a rotina, hábitos e até o convívio familiar alterado. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o repórter André Rossi, que ouviu moradores da região para entender como a pandemia mudou a dinâmica de suas vidas.