13 de julho de 2020 Atualizado 22:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Polícia

Suspeito de roubo morre em confronto com a PM em Sumaré

Eletricista de 26 anos estava dirigindo um veículo roubado, quando foi localizado pela polícia no Jardim Nova Veneza

Por Leonardo Oliveira

05 jun 2020 às 14:37 • Última atualização 05 jun 2020 às 17:06

Um eletricista de 26 anos, suspeito de roubar um carro em Campinas, morreu em confronto com a PM (Polícia Militar) na tarde desta quinta-feira (4), no Jardim Nova Veneza, em Sumaré.

José Alves do Nascimento Filho, morador de Hortolândia, estava dentro de um veículo roubado e tentou fugir da abordagem, o que ocasionou uma perseguição policial.

As informações constam em um boletim de ocorrência registrado no plantão policial da cidade. O dono do Jeep Renegade roubado em Campinas ligou para a polícia informando sobre o crime. Esse veículo foi flagrado na Avenida da Amizade, em Sumaré, por volta das 13h desta quinta.

Ao notar que a viatura estava no encalço, o eletricista tentou fugir em alta velocidade e na contramão por algumas ruas da cidade.

No trajeto, ele bateu na traseira de um caminhão, teve um dos pneus da Renegade furado e chocou-se contra uma árvore em uma região de mata, próxima à Estrada Municipal Mineko Ito.

Nesse momento o veículo já não conseguia mais rodar e o suspeito ficou dentro dele. Segundo a versão dos policiais, José atirou em direção a eles quando tentavam se aproximar, correu para dentro da mata e novamente disparou contra os agentes, quando houve o revide.

José foi atingido e morreu no local. Ele só carregava no bolso o CPF, documento que ajudou na sua identificação.

O caso foi registrado no plantão policial da cidade como morte decorrente de intervenção policial e deve ser investigada.

Questionamento

No início de maio, o LIBERAL noticiou que ao menos cinco mortes aconteceram em Sumaré em confrontos com a PM, em um período de 21 dias. 

O tema seria alvo de um questionamento da Ouvidoria da polícia do Estado. Na época, o ouvidor Elizeu Soares Lopes dsse que os fatos “chamam a atenção”, mas que precisa analisar as circunstâncias das mortes para não fazer “pré-julgamento”.

Podcast Além da Capa
O novo coronavírus representa um desafio para a estrutura de saúde de Americana, assim como outros municípios da RPT (Região do Polo Têxtil), mas não é o primeiro a ser encarado. H1N1, dengue, malária, febre maculosa. Outras doenças também modificaram rotinas, exigiram cuidados além do trivial – ainda que não tenha havido quarentena, como agora – e servem de experiência para traçar paralelos com o atual cenário. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com a repórter Marina Zanaki, que assina uma série de reportagens sobre outras epidemias em Americana.