Guarda encontra 18 crânios de animais em chácara de Sumaré

Uma das suspeitas da Polícia Civil é de que o local tenha sido utilizado para rituais; dois cachorros vivos foram resgatados


Foto: Guarda Civil Municipal - Divulgação
Na chácara, que fica na Rua das Avenças, havia 17 crânios de bode, um de cachorro e dois cascos de tartaruga

A GCM (Guarda Civil Municipal) de Sumaré encontrou 18 crânios de animais em um imóvel do bairro Chácaras Primavera na tarde desta segunda-feira (7). Uma das suspeitas da Polícia Civil é de que o local tenha sido utilizado para rituais.

De acordo com a SSP (Secretaria de Segurança Pública), um munícipe denunciou o caso à guarda, afirmando que tinha encontrado cabeças de animais no local. Quando os agentes chegaram no imóvel ele estava trancado e ninguém foi localizado.

Na chácara, que fica na Rua das Avenças, havia 17 crânios de bode, um de cachorro e dois cascos de tartaruga. Além disso, dois cachorros vivos também estavam lá – há indícios de que os animais não se alimentavam há dias.

A Polícia Civil foi acionada e realizou perícia no local. O boletim de ocorrência foi registrado no plantão policial de Sumaré e o caso está sendo investigado no 1° DP (Distrito Policial). Os animais foram retirados pelo departamento de Bem Estar da Secretaria de Saúde do município.

Ao LIBERAL, o delegado Marco Antonio Braga, responsável pelo caso, afirmou que o próximo passo da apuração é ouvir os proprietários da chácara para saber se o imóvel foi alugado ou havia sido invadido.

Uma das linhas de investigação adotada pela Polícia Civil é que o imóvel teria sido usado para rituais “É uma das hipóteses, mas ainda é muito prematuro para afirmar”, acrescenta Braga.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora