13 de agosto de 2020 Atualizado 08:21

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Luto

Ex-político de Sumaré, professor Carlos Hespanhol morre aos 89 anos

Ele lecionou por mais de três décadas na rede pública e concorreu à Prefeitura de Sumaré em três oportunidades

Por Marina Zanaki

02 jul 2020 às 20:53 • Última atualização 03 jul 2020 às 09:51

O professor aposentado Carlos Benedicto Hespanhol morreu nesta quinta-feira (2), aos 89 anos. Ele havia concorrido à Prefeitura de Sumaré em três ocasiões.

O aposentado morreu em sua casa, no Centro de Sumaré, por falência múltipla de órgãos. Ele sofria de doença cardiovascular crônica e fibrose pulmonar. O aposentado chegou a ficar internado no Hospital Vera Cruz há duas semanas, mas foi liberado para terminar o tratamento em casa.

Professor Carlos Hespanhol tinha 89 anos – Foto: Divulgação

Segundo seu genro, o empresário Silvio Cesar Capovilla, de 53 anos, Hespanhol lecionou por mais de três décadas na rede pública e era muito conhecido na cidade. Foi sua popularidade que o levou, inicialmente, à política.

“Todo mundo o conhecia como Professor Carlos. Todo mundo gostava dele pelo período que foi professor, então era muito conhecido, muito querido pelos alunos”, contou o empresário.

Ele concorreu à prefeitura em três ocasiões – em 1992, pelo PT; em 1996, pelo PSDB; e em 2000, pelo PPB, mas depois disso se desligou da política.

“Sempre foi uma pessoa muito aguerrida, muito determinada, só tenho boas lembranças. Sempre tive respeito pela postura muito ética dele, seja quando estava conosco em 1992, ou depois em outra trincheira, sempre tive respeito um respeito muito grande. Não só na linha da política, mas na vida dele. Foi um professor muito respeitado aqui em Sumaré”, declarou o ex-prefeito José Antonio Bacchim (PT).

“É com muito pesar que recebemos esta triste notícia. O professor Carlos Benedicto Hespanhol era uma pessoa muito querida na nossa cidade, um profissional e cidadão exemplar, que muito contribuiu com a história de Sumaré e de milhares de seus alunos. Temos certeza de que cumpriu sua missão e prestamos aqui nossas condolências aos familiares e amigos. Que Deus conforte o coração de todos neste momento de dor e despedida”, disse o deputado estadual Antonio Dirceu Dalben (PL).

Carlos Hespanhol era viúvo, deixa três filhos e sete netos. Natural de Cordeirópolis (SP), ele completaria 90 anos em 30 de julho.

O velório terá início às 6h desta sexta-feira (3) e a previsão é que ele seja sepultado às 10h, no Cemitério Municipal de Sumaré.

Além da Capa
Os eleitores brasileiros ainda não sabem em que data irão às urnas neste ano para escolher novos prefeitos e vereadores. Diante dessa indefinição, como se comportam as campanhas em Americana e região nesse momento? Afinal, considerando a data originalmente prevista (4 de outubro), faltam menos de 100 dias para as eleições. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira recebe o repórter André Rossi e editor-executivo e chefe de reportagem do LIBERAL, João Colosalle, para discutir o cenário regional.