16 de junho de 2021 Atualizado 18:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

27 bairros

Em Sumaré, regiões do Matão e do Picerno podem ficar sem água nesta quarta

O motivo seria duas intervenções realizada pela BRK Ambiental; previsão é que serviço seja regularizado no final da tarde

Por Natália Velosa

09 jun 2021 às 11:02 • Última atualização 09 jun 2021 às 11:12

A BRK Ambiental, concessionária responsável pelos serviços de água e esgoto de Sumaré, executa duas intervenções nesta quarta-feira (9) nas regiões do Matão e do Picerno. Por esse motivo, 27 bairros da cidade poderão sofrer oscilação no abastecimento de água.

A previsão é que o serviço seja totalmente regularizado no final da tarde da própria quarta-feira (9).

Os bairros que podem ser afetados na região do Matão são: Chácara Novo Horizonte Chácara San Martins, Condomínio Coronel, Jardim Lucia, Jardim Morumbi, Jardim Nova Aurora, Jardim Santa Catarina, Jardim Santa Olivia, Parque Yolanda, Parque General Osório, Parque Progresso I, Parque Progresso II, Residencial Santa Terezinha e Vila San Martin. 

Já os bairros afetados na região do Picerno são: Jardim Basilicata, Jardim das Orquídeas, Jardim Lucelia, Jardim Picerno I, Jardim Picerno II, Parque Residencial Campo Belo, Parque Residencial Virginio Basso, Parque Rosa e Silva, Residencial Jardim Sumaré I, Residencial Jardim Sumaré II, Residencial Portal Bordon, Residencial Guaíra e Residencial Portal Bordon II.

Entre as intervenções, serão realizados adequações no sistema de bombeamento do Centro de Reservação San Martin, no Matão, e manutenção preventiva no Centro de Reservação Carlota, no Picerno.

A empresa realiza mensalmente a verificação dos equipamentos e dos seus componentes elétricos e mecânicos, para realizar a troca de forma preventiva, caso seja necessária. Além disso, a concessionária investiu R$ 20 mil na instalação de um registro de manobra no local e de um novo conjunto de bombas.

Diante da situação, a concessionária reforça a importância do consumo consciente por parte da população. Em caso de dúvidas, ligue para 0800 771 0001. A ligação é gratuita e o atendimento funciona 24 horas por dia.

Publicidade