Criança que contraiu sarampo em Sumaré estava vacinada

Menino de dois anos mora no Jardim Paulistano, em Sumaré, e tinha recebido duas doses da vacina, como é recomendado, mas ainda assim contraiu a doença


O paciente de Sumaré que contraiu sarampo é um menino de dois anos que havia recebido duas doses da vacina – ou seja, a quantidade recomendada pelo Ministério da Saúde. Esse é o primeiro caso da doença na cidade este ano e foi confirmado esta semana pela prefeitura. Contudo, a informação que a criança estava vacinada foi divulgada somente nesta quinta-feira.

De acordo com a Secretaria de Saúde, o menino mora no Jardim Paulistano, região do Nova Veneza. Ele foi atendido na UPA (Unidade Pronto Atendimento) Macarenko e apresentou os primeiros sintomas no início de julho.

Foto: Arquivo / O Liberal
Menino de 2 anos foi atendido na UPA Macarenko

Em Indaiatuba, duas crianças que contraíram sarampo também tinham recebido as duas doses. Professor de microbiologia e imunologia pela PUC-Campinas, Thiago Miranda da Silva diz que é possível que isso esteja ligado a uma resposta do organismo.

“O que colocamos no meio científico é que algumas pessoas por questão genética não desenvolvem imunidade. Então acontece, não é tão raro assim. Por isso, o Ministério da Saúde trabalha com uma meta de cobertura alta”.

A pasta federal preconiza aplicação de doses em 95% das crianças. O professor diz que, assim, ocorre a proteção por meio do “efeito rebanho”. Quando a maior parte da população está protegida, o vírus não circula naquele meio.

“No caso essa criança em Sumaré estava imunizada, mas provavelmente estava rodeada de pessoas que não estavam. Pode ser que alguém estava com o sarampo no convívio dela mas não estava desenvolvendo sintomas”, observa o profissional, lembrando que em boa parte da população essa doença se desenvolve de forma branda e nem sempre é identificada.

O professor ainda destaca que é possível verificar se a vacina produziu imunidade por meio de exame de sangue que analisa a sorologia. Confira aqui tudo que você precisa saber sobre o sarampo.

Casos

Na RPT (Região do Polo Têxtil), há outros dois casos confirmados de sarampo – uma mulher de 50 anos moradora de Americana e uma menina menor de idade de Hortolândia. Há outros oito casos suspeitos em Sumaré.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora