13 de julho de 2020 Atualizado 22:15

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Homicídio

Comerciante é morto a tiros dentro da própria lanchonete de Sumaré

Testemunhas relataram que Henrique Simão Vieira estava na lanchonete quando três pessoas armadas entraram e fizeram os disparos

Por Talita Bristotti/Leonardo Oliveira

03 jun 2020 às 10:16 • Última atualização 03 jun 2020 às 15:18

O comerciante Henrique Simão Vieira, de 28 anos, foi morto a tiros dentro do próprio estabelecimento comercial na noite desta terça-feira (2), na Chácara Bela Vista, em Sumaré.

O crime aconteceu por volta das 20h na lanchonete do comerciante, que era conhecido como “Zum”.

Henrique Simão Vieira, de 28 anos, foi morto a tiros dentro da própria lanchonete – Foto: Facebook / Reprodução

A esposa de Zum contou, em boletim de ocorrência, que estava na lanchonete com o marido e mais três funcionários preparando os pedidos de clientes para entrega quando três pessoas armadas entraram por volta das 20h.

O trio se aproveitou que a porta estava entreaberta para conseguiu acesso ao estabelecimento. Os três criminosos usavam máscara facial, segundo a mulher

Um deles carregava uma arma longa e disse para Zum “perdeu”, dando diversos disparos em direção ao rosto do comerciante. Quando a vítima já estava caída outro criminoso também atirou várias vezes em seu corpo.

A esposa arremessou um banquinho em direção aos criminosos, que tentaram atirar nela, mas sem sucesso. Um funcionário ainda chegou a ser atingido de raspão por uma bala – depois disso o trio fugiu.

Os policias encontraram uma arma guardada dentro do comércio – a esposa confessou que era de Zum e que ele a tinha há cerca de dois anos. Os funcionários foram levados ao plantão policial de Sumaré, mas estavam em choque, por isso não foram ouvidos.

A Polícia Civil tentou ter acesso às câmeras de segurança instaladas em casas vizinhas à lanchonete, mas os donos disseram que elas não possuem sistema de gravação, por isso não seria possível ajudar nas investigações.

A SSP (Secretaria de Segurança Pública) informou, em nota, que a Polícia Civil foi acionada para o local do crime e requisitou exames periciais ao IC (Instituto de Criminalística) e ao IML (Instituto Médico Legal).

A ocorrência foi registrada no Plantão Policial de Sumaré como homicídio e lesão corporal. Até a publicação desta reportagem, os atiradores não tinham sido identificados.

Podcast Além da Capa
O novo coronavírus representa um desafio para a estrutura de saúde de Americana, assim como outros municípios da RPT (Região do Polo Têxtil), mas não é o primeiro a ser encarado. H1N1, dengue, malária, febre maculosa. Outras doenças também modificaram rotinas, exigiram cuidados além do trivial – ainda que não tenha havido quarentena, como agora – e servem de experiência para traçar paralelos com o atual cenário. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com a repórter Marina Zanaki, que assina uma série de reportagens sobre outras epidemias em Americana.