27 de setembro de 2021 Atualizado 09:57

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

HENRIQUE DO PARAÍSO

Com medo de agulha, deputado de Sumaré viraliza com vídeo de vacinação contra Covid-19

Henrique do Paraíso contou de onde vem medo de vacina e falou sobre a repercussão do vídeo nas redes sociais

Por Pedro Heiderich

04 ago 2021 às 20:48 • Última atualização 05 ago 2021 às 12:05

Com medo de injeção, o deputado federal e vice-prefeito licenciado de Sumaré Henrique Stein, o Henrique do Paraíso (Republicanos), viralizou nas redes sociais após vídeo do momento em que é vacinado contra o novo coronavírus (Covid-19).

O vídeo mostra o sofrimento do deputado ao tomar a vacina. “Ele repercutiu não só no âmbito regional, mas no estado inteiro. É um medo que muitos brasileiros têm e por isto acabam não indo se vacinar. Eu, mesmo com muita dificuldade, muito medo, venci meu pânico, venci minha fobia e encarei né? E acabou aí, viralizando”, diz Henrique ao LIBERAL.

Apesar de o vídeo ser descontraído, mostra um trauma que ele tem. “Aquele lá é o Henrique Stein, o Henrique do Paraíso, que sofre de uma fobia, tenho medo da tal da agulha né?”, completou.

Henrique conta que até influencers digitais e blogueiros renomados entraram em contato com o deputado, dizendo sofrer do mesmo problema e se identificaram com ele.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Inclusive, no dia da vacinação, um jovem de 25 anos disse para o deputado que não ia se vacinar pelo mesmo motivo, o medo de injeção.

“Eu disse a ele que tem momentos na vida que a gente tem que vencer as barreiras e nos imunizar, porque o vírus não escolhe. Ele foi embora. Quando eu peguei o carro para ir embora, ele estava voltando e falou: Henrique, suas palavras me marcaram. Tô indo me vacinar”, recorda.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O trauma de injeção e agulha de Henrique vem da infância, quando, aos 5 anos, ele levou uma mordida de um cachorro, pastor alemão. Ele lembra até do nome do cão: Lord. “ E naquela época eram aplicadas 21 injeções de antirrábica na barriga. Eu tive que tomar aquelas 21 injeções na marra”, contou.

Na mesma época, teve que ser segurado por três enfermeiros para tomar uma vacina, porque se debatia de pavor. “Imaginem uma criança se debatendo. Era um segurando as pernas, outro os braços e outro me segurando no tronco. Então isso aí vem desde criança. Isto aí ficou marcado na minha vida.”

O deputado diz que o vídeo pode servir para encorajar e incentivar quem sofre do mesmo problema.

“Por um bem maior, não só da própria pessoa, mas do povo brasileiro. Muitas pessoa brincaram com meu slogan dizendo: coragem né? Olha gente, eu tive muita coragem porque eu venci um trauma de infância e mostrei para nosso povo a importância de imunizar”, encerrou o deputado.

Fãs de literatura têm espaço reservado no LIBERAL

Publicidade