Chuva deixa 28 famílias desabrigadas em Sumaré

A cidade recebeu 130 milímetros de chuva em 48 horas


A Prefeitura de Sumaré acolheu 28 famílias que ficaram desabrigadas por conta da chuva da noite de sexta-feira. Delas, 21 estão alojadas na Emef (Escola Municipal de Ensino Fundamental) Antonio Palioto, o que corresponde a quase 100 pessoas. As demais – um total de 20 a 30 moradores – se abrigaram na Emef Romana Canhete Pinto.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
familias alagamento sumare (3) copy

Na tarde deste sábado, o prefeito Luiz Dalben (PPS) marcou presença na Antonio Palioto. Segundo ele, o Executivo também disponibiliza atendimento médico aos acolhidos, o que inclui vacinação.

O prefeito informou que a ocupação Chácara Três Pontes é a área com mais desabrigados. “Retiramos as famílias que pudemos retirar. Algumas procuraram abrigo em casa de parentes”, afirmou.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Região do São Domingos, em Sumaré, foi atingida por alagamentos

O ajudante geral Aparecido Xavier de Souza, de 57 anos, faz parte desse grupo. Neste sábado, ele estava na Antonio Palioto. “Vamos esperar baixar a água para ver o que eles falam. Eles avisam a hora que a gente pode voltar para lá”, comentou.

O presidente da Câmara Municipal, Willian Souza (PT), está com um ponto de coleta de doações para essas famílias. O local fica Rua Manoel Messias da Silva, 809, Jardim Minezotta.

Luiz Dalben disse que elaboraria decreto de estado de emergência. De acordo com ele, a cidade recebeu 130 milímetros de chuva em 48 horas.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!