13 de julho de 2024 Atualizado 21:56

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Crime

Casal é baleado em casa e idoso morre em Sumaré

Suspeitos fugiram após os disparos e ainda não foram identificados; vítima foi enterrada nesta segunda

Por Cristiani Azanha

10 de junho de 2024, às 20h53

Um casal foi baleado na residência da família, no Centro de Sumaré, na noite desta sexta-feira (7), sendo que o homem, um idoso de 62 anos, identificado como Domingos Cláudio Basso, não resistiu aos ferimentos e morreu, na madrugada de domingo (9), no HES (Hospital Estadual Sumaré). A mulher dele, de 53 anos, continua internada na mesma unidade. O autor dos disparos ainda não foi localizado.

O sepultamento da vítima ocorreu nesta segunda-feira (10), no Cemitério da Saudade, em Sumaré.

O delegado Marcelo Moreschi Ribeiro, que coordena a investigação, instaurou inquérito policial sobre homicídio consumado, no caso do homem, e a tentativa de homicídio, em relação à idosa. “Por enquanto, a hipótese de latrocínio (roubo seguido de morte) foi descartada, pois nada foi levado do casal”, disse o delegado.

Delegacia de Polícia Civil de Sumaré
Caso foi registrado na delegacia de plantão em Sumaré – Foto: Marcelo Rocha / Liberal

Os investigadores estão fazendo buscas na tentativa de localizar alguma câmera de segurança que possa ter registrado a fuga dos suspeitos. Por enquanto, a Polícia Civil sabe que os suspeitos fugiram em um Citröen C3 preto.

Segundo o boletim de ocorrência, por volta das 20h, os policiais militares foram acionados para atender uma denúncia sobre disparo de arma de fogo. Quando entraram na casa das vítimas, que fica na Rua Pedro Consulin, localizaram o idoso caído no chão, enquanto a esposa dele estava em um sofá-cama. Ambos estavam com várias perfurações provocadas por disparos de arma de fogo.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Os militares chegaram a acionar a equipe de socorristas, mas, devido à gravidade dos ferimentos, eles mesmos socorreram o casal. A mulher foi levada ao HES, enquanto que seu companheiro foi primeiro socorrido à UPA (Unidade de Pronto Atendimento) do Jardim Macarenko, sendo depois levado à mesma unidade que sua esposa.

Os policiais civis iniciaram as investigações e encontraram uma câmera de monitoramento ao lado de um estacionamento de propriedade da família, local que tem acesso à residência pelos fundos, mas foram informados pelo irmão do idoso que o equipamento não estava gravando.

Os agentes acharam mais três estabelecimentos nas imediações com câmeras, mas não conseguiram confirmar, naquele momento, se os equipamentos registraram a fuga dos criminosos.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Uma testemunha, que não quis se identificar, disse aos investigadores que ouviu seis disparos e visualizou o momento em que o Citroen C3 saiu do local, imediatamente após os disparos. Os peritos criminais recolheram cápsulas deflagradas de calibre 9 mm.

Os investigadores e a perícia criminal chegaram ao consenso de que a cena sugere que o casal foi surpreendido no sofá da sala, assistindo televisão, quando houve uma reação por parte de Domingos, pois vestígios de sangue sugerem que ele pode ter entrado em luta corporal com o infrator que, diante da reação, efetuou os disparos.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

Inclusive, o criminoso pode ter sido atingido por um disparo, já que havia um caminho de sangue deixado no local de saída do infrator. A polícia considera que a ação foi executada por pelo menos dois indivíduos.

Ainda segundo análise dos agentes, tudo ocorreu em um curto espaço de tempo, visto que nenhum móvel foi retirado do local e, aparentemente, nada foi levado das vítimas.

Publicidade