13 de setembro de 2021 Atualizado 21:49

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Acidentes

Caminhão pega fogo na Anhanguera, em Sumaré, e interdição causa outro acidente

Após explosão e interdição de trecho da pista, caminhões colidiram a cinco quilômetros

Por Pedro Heiderich

23 jul 2021 às 21:16

Um caminhão pegou fogo na Rodovia Anhanguera (SP-330) e causou outro acidente na tarde desta sexta-feira (23), em Sumaré. Após a explosão de carga do caminhão e interdição de trecho da pista, dois caminhões colidiram a cinco quilômetros do local.

Lentidão causada após interdição do primeiro acidente causou o segundo – Foto: Divulgação/PMR

Se no caso do caminhão que pegou fogo não houve feridos, na batida dos outros dois veículos um dos motoristas ficou em estado grave e foi socorrido até o Hospital da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O primeiro acidente aconteceu no início da tarde, na altura do quilômetro 110, sentido norte.

Um caminhão carregado com carga de vidro e tinta se chocou contra a defensa metálica da rodovia, após o motorista perder o controle do veículo. Depois do choque, houve uma explosão.

Segundo a PMR (Polícia Militar Rodoviária), que atendeu à ocorrência, a explosão ocorreu provavelmente por conta do tanque de diesel do veículo. Os bombeiros foram acionados e o fogo foi apagado. O motorista não ficou ferido e o acidente não envolveu outros veículos.

A faixa um do trecho da pista principal da Anhanguera ficou interditada, sendo liberada em seguida.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Porém, a interdição causou lentidão no trecho da rodovia, resultando, pouco depois, em um outro acidente, envolvendo dois caminhões, na altura do quilômetro 105, no mesmo sentido da rodovia.

Um caminhão atingiu a traseira do outro. De acordo com a PMR, um dos motoristas ficou gravemente ferido.

Trecho registrou lentidão de 4 km, aponta PMR – Foto: Divulgação/PMR

Os bombeiros e o helicóptero Águia da PM (Polícia Militar) atenderam ao acidente, que causou a interdição total da pista principal. A vítima foi socorrida pelo helicóptero até hospital.

A marginal não teve o trânsito afetado em nenhum momento após os acidentes, destaca a polícia. Na pista principal, já liberada, houve lentidão de quatro quilômetros.

Publicidade