26 de junho de 2022 Atualizado 20:32

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

POLÍCIA

Acusada de tentar matar o companheiro e os 3 filhos é presa em Sumaré

Mulher de 37 anos teria colocado veneno nas refeições das vítimas durante o ano de 2012, em Ilhéus, na Bahia

Por Rodrigo Alonso

07 de outubro de 2021, às 17h20

Uma mulher de 37 anos foi presa em Sumaré, nesta quarta-feira (6), acusada de tentar matar o companheiro e os três filhos do casal em Ilhéus, na Bahia. Ela teria ministrado “pequenas quantidades” de veneno nas refeições das vítimas durante o ano de 2012, conforme revelou a Polícia Civil.

A intenção dela era, realmente, assassinar os quatro, de acordo com as investigações. O homem chegou a passar mal, o que o levou a ser internado em diferentes unidades de saúde, onde realizou exames na tentativa de diagnosticar a enfermidade.

Agentes localizaram a suspeita no outro lado do País – Foto: Haeckel Dias / Polícia Civil da Bahia

Durante as internações, a mulher o acompanhou e seguiu com o crime. “Ela envenenava a alimentação servida para o companheiro nos hospitais”, disse o delegado Helder Carvalhal de Almeida, do Núcleo de Homicídios de Ilhéus.

Ainda segundo a Polícia Civil, ela teria obrigado um dos filhos a praticar o mesmo ato contra o pai.

Quando o companheiro ainda estava internado, a suspeita começou um novo relacionamento. Ela, então, parou de frequentar o hospital, momento em que a vítima passou a apresentar melhoras em seu quadro clínico.

Essa situação fez os profissionais de saúde suspeitarem de envenenamento, o que se confirmou por meio de exame.

Diante disso, a 1ª Vara do Júri da Comarca de Ilhéus emitiu um mandado de prisão preventiva contra a mulher. A prisão aconteceu após troca de informações com a Divisão de Capturas da Polícia Civil de São Paulo, responsável pela localização da suspeita.

Conduzida ao 89º DP (Distrito Policial) da capital paulista, ela ainda seria encaminhada para a Bahia. A suspeita, que não teve o nome revelado, responderá pelas quatro tentativas de homicídio.

Todas as informações são da Polícia Civil da Bahia, que não soube informar qual teria sido a motivação dos crimes e nem o estado de saúde das vítimas.

Publicidade