Simulado de acidente visa ajudar profissionais

Intenção da ação é capacitar os profissionais da saúde e integrar todos os responsáveis pelos atendimentos


Um acidente envolvendo uma van, um caminhão e um motociclista feriu mais de dez pessoas, entre elas uma mulher grávida, na Praça das Bandeiras, no Centro de Sumaré, na tarde de ontem. Houve derramamento de líquido corrosivo, e o Corpo de Bombeiros, Samu (Serviço de Atendimento Movél de Urgência) e a GM (Guarda Municipal) foram acionados. Essa notícia teria tudo para ser trágica, se não fosse por um pequeno detalhe: tudo não passava de um simulado, realizado pela Prefeitura de Sumaré e por profissionais da UPA (Unidade de Pronto Atendimento) Macarenko, como parte da programação da 1ª Semana do Trauma.

“O simulado surgiu da necessidade de treinamento dos profissionais das equipes de enfermagem e médica da UPA. Pensando nisso integramos uma ação no município que envolveu as secretarias de Saúde e de Mobilidade, os bombeiros, o Samu e uma empresa terceirizada que ajudou a gente para que pudéssemos fazer o simulado com produto químico”, explicou Lia Mara Baliviera, gerente de enfermagem da UPA.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Simulado surgiu da necessidade de treinamento dos profissionais das equipes de enfermagem e médica da UPA.
De acordo com a profissional, a intenção é capacitar os profissionais da saúde e integrar todos os responsáveis pelos atendimentos. “O trauma é a doença que mais mata. Os acidentes de trânsito, na grande maioria, são causados pela imprudência dos motoristas. Então, o evento foi uma grande ação de educação”, ressaltou Lia.

O simulado fez parte da programação da 1ª Semana do Trauma de Sumaré. O evento contou com uma série de encontros e palestras voltadas para os profissionais das áreas de saúde e prevenção de acidentes. “Essa foi apenas a primeira semana, mas foi um sucesso. A ideia é realizar a segunda edição no ano que vem”, comentou Lia.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora