Vacinas contra gripe esgotam em SB e prefeitura recomenda agendamento

Novo lote de vacinas foi pedido pelo município; governo estadual está realizando uma força-tarefa e vai enviar novos lotes até esta terça-feira (24)


O primeiro lote das doses disponíveis para campanha de vacinação contra gripe em Santa Bárbara d’Oeste se esgotaram nesta segunda-feira (23), primeiro dia da campanha. A prefeitura já pediu novo lote ao Estado e orientou a população a fazer o agendamento prévio para aplicação das doses.

Foto: Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste/Divulgação
Doses esgotaram-se no primeiro dia da campanha

Nesse primeiro momento, a vacina está disponível apenas para idosos e profissionais da saúde. Segundo a prefeitura, as 13 unidades de saúde registraram “grande procura dos idosos” neste primeiro dia.

Podcast: Sete edições do Além da Capa para ouvir durante a quarentena

Ainda de acordo com o governo barbarense, “todo o estoque enviado pelo Ministério da Saúde, dimensionado para os primeiros dias, se esgotou apenas com a procura desta segunda-feira. Um novo lote de vacinas será antecipado e enviado ainda esta semana”.

Diante disso, a Secretaria Municipal de Saúde recomendou o agendamento para vacinação, como forma de garantir e melhor organizar a aplicação. O agendamento deve ser feito pelo telefone 0800.770.6378, das 8h às 16h, de segunda a sexta-feira.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

“Todos os asilos e casas de repouso serão visitados para a aplicação nos residentes. O Serviço de Atendimento Domiciliar (SAD) da Prefeitura também já iniciou a vacinação dos idosos acamados”, finalizou a prefeitura.

PREVISÃO

Além de Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa também viu as vacinas esgotarem no primeiro dia campanha. Procurada, a Secretaria do Estado da Saúde informou que recebeu, no último final de semana, mais 2,8 milhões de doses e está realizando uma força-tarefa para conseguir distribuí-las até esta terça-feira (24).

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

“O Ministério da Saúde enviou inicialmente cerca de 2 milhões de doses a SP, o que representa 32% do quantitativo necessário para os grupos prioritários da primeira etapa – idosos e profissionais de saúde. Todos os municípios iniciaram a vacinação com grades parciais desta primeira remessa. Além disso, no último final de semana foram recebidas mais 2,8 milhões de doses, ampliando para 70% o estoque. A pasta está em diálogo contínuo com o Ministério para garantir o abastecimento”, finalizou a pasta estadual.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora