20 de junho de 2021 Atualizado 20:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

COVID-19

‘Será que eu vou ter tudo isso?’, lembra secretária com Covid-19 em Santa Bárbara

Lucimeire Rocha, gestora da Saúde em Santa Bárbara d'Oeste, entrou para as estatísticas da Covid-19 no País

Por Bruno Moreira

13 jun 2020 às 09:25

A secretária de Saúde de Santa Bárbara d’Oeste, Lucimeire Rocha, entrou para as estatísticas do novo coronavírus (Covid-19) em maio.

Diagnosticada com a doença, ela teve o tratamento médico conduzido sob isolamento domiciliar, sem necessidade de internação hospitalar.

Tanto a família da secretária quanto integrantes da pasta com quem mantém contato diário foram monitorados.

Lucimeire Rocha, secretária de Saúde de Santa Bárbara, recebeu diagnóstico positivo para a Covid-19 – Foto: Facebook / Reprodução

Lucimeire relata que os sintomas apresentados no início do desenvolvimento da doença eram semelhantes à sinusite.

“Foram quatro dias extremamente difíceis, de cama, com fortes dores de cabeça, dores no corpo, perda de olfato e paladar, com uma tosse muito forte”, contou ao LIBERAL.

O teste RT-PCR – realizado com a coleta de muco do nariz e da boca do paciente, considerado o padrão-ouro para diagnosticar a doença – foi feito no terceiro dia a partir do início dos sintomas, e o resultado foi recebido seis dias depois.

“Quando você recebe a notícia do resultado positivo, por mais que já esteja melhorando, em cinco minutos você pensa em tudo, tudo que a gente vem discutindo, lendo e assistindo. Você se questiona: ‘será que eu vou ter tudo isso?’. Mas depois coloquei a cabeça no lugar para trabalhar e ver o que poderia ser feito”, relata a secretária, que, curada da doença, retomou as atividades presencialmente na pasta.

“Não desejo isso para ninguém, nem na forma mais leve. As pessoas precisam ter um pouco mais de consciência, porque há quem não acredite ainda. Por experiência própria posso dizer que isso não é uma invenção”.

Publicidade