21 de outubro de 2021 Atualizado 23:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Cursos

Senai de Santa Bárbara abre vagas para cursos profissionalizantes gratuitos

As inscrições são para cursos de qualificação na área de informática e de logística, com bolsas de estudo

Por Redação

03 ago 2021 às 11:13

O Senai “Alvares Romi”, em Santa Bárbara d’Oeste, está com inscrições abertas para dois cursos de qualificação profissional nas áreas de informática e logística.

Os cursos oferecem bolsa de estudo, desde que preenchido os pré-requisitos, e contribuem para a geração de emprego e de renda a partir da qualificação profissional, principalmente para pessoas desempregadas ou que pretendem se recolocar no mercado de trabalho. 

Um dos cursos é para “Programador Front-End”, que  segue com as inscrições abertas e terá aula “inaugural on-line” no sábado (7). As inscrições para o curso devem ser pelo portal do Senai.

A duração do curso é de 5 meses, sendo 80% do conteúdo realizado no Ambiente Virtual de Aprendizagem do Senai com auxílio de tutor e 20% presenciais na escola.

O programador Front-End é quem vai desenhar e desenvolver as páginas com as quais o usuário irá interagir em sites, estruturando os códigos utilizando linguagens mundialmente consolidadas. A demanda por esta profissão está em alta no mercado de trabalho.

A unidade também oferece o curso “Auxiliar de Almoxarife”, na área de logística, na modalidade semipresencial, com carga horária 20% presencial e 80% on-line. As inscrições estão abertas até este domingo (8), também pelo portal.

Esse curso tem por objetivo desenvolver competências relativas à organização, armazenamento de produtos e materiais e controle de estoques por meio de lançamentos da movimentação de entradas e saídas, distribuindo produtos e materiais e observando aspectos de preservação do meio ambiente, saúde e segurança em almoxarifados, armazéns, silos e depósitos. 

Pré-requisitos:

Os pré-requisitos para a inscrição nos dois cursos são:

  • ter no mínimo 16 anos de idade até o início do curso;
  • concluído o nível fundamental;
  • ter acesso à internet com conexão (mínimo de 1 Mbps);
  • disponibilidade para participar dos encontros presenciais.

Para ter direito a bolsa, a renda per capita deve ser igual ou menor que um salário mínimo e meio federal (tendo como base a faixa 2, correspondente a R$ 1.183,33). 

Publicidade