Santa Bárbara inaugura “minicidade” para orientar trânsito

Espaço será utilizado para educar os alunos das redes municipal, estadual e particular sobre cidadania e trânsito


Foto: Mariana Ceccon / O Liberal
Espaço é utilizado para educar alunos das redes municipal, estadual e particular

A cidade de Santa Bárbara d’Oeste inaugurou nesta quinta-feira o projeto Cidadão Mirim, um espaço reservado no CSU (Centro Social Urbano) utilizado para educar os alunos das redes municipal, estadual e particular sobre cidadania e trânsito. No lugar foram reproduzidas vias públicas, faixas de pedestres, ciclofaixas e semáforos.

Em parceria com a iniciativa privada, cinco minicarros elétricos e bicicletas foram doados para que as crianças possam circular no espaço e aprender as regras do tráfego. O secretário de Trânsito, Rômulo Gobbi, disse que até o final deste ano ainda serão instaladas maquetes de órgãos públicos no lugar e um eletroposto, movido com energia solar.

“São metas que queremos cumprir para melhorar o espaço”, comentou. A inauguração sem estes itens, de acordo com assessoria de imprensa da prefeitura, foi possível graças à prioridade de atendimento às crianças, que já estão tendo aulas neste espaço. “O poder público deve oferecer instrumentos como este com o objetivo de reduzir o número de acidentes e a segurança”, disse Gobbi.

Além das doações, a prefeitura ainda precisou investir R$ 50 mil no projeto inédito na região. No País, as cidades que contam com este programa são Curitiba, Itu, Maringá, Quatro Barras, Pelotas, São Bernardo do Campo e São José dos Pinhais.

Em Santa Bárbara, o idealizador da ideia foi o guarda municipal Álvaro de Souza Teixeira, que cede o nome ao espaço. Ele faleceu em 2014, mas desde 2012 trabalhava para viabilizar o projeto e encontrar empresas parceiras.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!