Santa Bárbara confirma o H1N1 como causa da morte de mulher

Prefeitura informou que vítima tinha 40 anos e morava no Jardim Esmeralda; morte ocorreu em 14 de julho, mas somente agora exames confirmaram a causa


A Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste confirmou na tarde desta quarta-feira (14) a morte de uma mulher de 40 anos, moradora do Jardim Esmeralda, por H1N1. O óbito se deu há um mês, no dia 14 de julho, mas somente agora os exames confirmaram a causa.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Vacinação é a forma de se prevenir contra o vírus Influenza e, consequentemente, o H1N1

Questionada pela reportagem do LIBERAL, a prefeitura disse que a família não informou se a vítima havia tomado a vacina contra a gripe e que a mulher estava internada em um hospital de Americana, cujo nome também não foi divulgado.

Este é o terceiro caso confirmado de morte por H1N1 na região. No início de junho, Hortolândia registrou a morte de um idoso de 72 anos, que morava na cidade em questão, mas veio a óbito em um hospital de Americana. Ele não havia tomada a vacina contra o vírus Influenza.

Nesta mesma época, uma mulher de 41 anos, que era profissional da área da saúde, diabética e que também não havia se vacinado contra a gripe, acabou sendo outra vítima que teve o H1N1 confirmado como causa de sua morte.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora