PM prende suspeito de chefiar tráfico no Bosque das Árvores

Durante a abordagem, o homem estimulou os populares a insultarem os policiais militares e houve uma tentativa de tira-lo da viatura


Um homem apontado como chefe do tráfico de drogas do condomínio residencial Bosque das Árvores, em Santa Bárbara d’Oeste, foi preso em flagrante na tarde desta terça-feira (25) após uma denúncia anônima.

O suspeito, um ajudante geral de 31 anos, foi detido com pela PM (Polícia Militar) depois de tentar usar um documento falso. Ele era procurado pela Justiça por fugir do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Hortolândia.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Foto: Divulgação / Polícia Militar
Entorpecente e anotações sobre o tráfico foram encontrados no apartamento do ajudante geral

De acordo com informações da PM, os militares faziam patrulhamento pelo bairro Parque Residencial do Lago por volta das 17h, quando foram abordados por uma pessoa informando que havia um homem no Bosque das Árvores responsável pelo tráfico de drogas no condomínio. A denúncia dava conta de que ele usava um documento falso.

Com essas informações, os PMs se deslocaram ao condomínio, na Avenida Ruth Garrido Roque, e localizaram o suspeito. Durante busca pessoal nada de ilícito foi encontrado, entretanto, em seu apartamento foi localizada uma porção de maconha, embalagens, anotações sobre o tráfico e R$ 619 em espécie.

Diante disso, os militares deram voz de prisão ao suspeito. Ao perceber que seria algemado, o homem iniciou uma confusão. Vizinhos tentaram impedir a ação dos militares. Segundo a PM, o ajudante geral estimulava os populares a insultarem os policiais. Houve ainda a tentativa de tirar o homem da viatura, segundo informou a companhia.

O tumulto foi controlado e o homem conduzido ao plantão policial de Santa Bárbara. Em pesquisa policial, foi constatado que o RG apresentado pelo ajudante geral era falsificado e foi descoberto também que ele é fugitivo do CDP de Hortolândia.

O homem recebeu voz de prisão em flagrante por uso de documento falso e tráfico de drogas, e ficou à disposição da Justiça.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora