19 de junho de 2021 Atualizado 09:20

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Crime

PF prende morador de Santa Bárbara por posse de pornografia infantil

Homem de 52 anos foi preso em flagrante com mais de 450 arquivos armazenados; é o 2º caso na região em dois dias

Por Pedro Heiderich

06 Maio 2021 às 17:06 • Última atualização 06 Maio 2021 às 17:07

Dois dias após a prisão de morador de Americana pelo mesmo tipo de crime, a PF (Polícia Federal) de Piracicaba prendeu nesta quinta-feira (6) um morador de Santa Bárbara d’Oeste acusado de posse de pornografia infantil.

A PF cumpriu mandado de busca e apreensão em face de suspeito de posse de fotografias e vídeos envolvendo abuso sexual de crianças e adolescentes, residente em Santa Bárbara.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

O investigado, de 52 anos, foi preso em flagrante. Com ele, foram localizados 22 gigas em mais de 450 arquivos de imagens e vídeos pornográficos de crianças e adolescentes, aponta a PF.

O mandado foi expedido pela Justiça Federal de Americana. O bairro onde o suspeito morava não foi divulgado. Ele responderá por armazenamento de arquivos de pornografia infantil, podendo responder por pena de um a quatro anos de reclusão.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Em dezembro, a PF cumpriu mandado de busca e apreensão contra suspeito morador de Santa Bárbara. A reportagem questionou a PF se é o mesmo morador, mas o órgão ainda não respondeu.

SEGUNDO CASO
Na terça-feira (4), um morador de Americana foi preso em flagrante acusado de armazenar pornografia infantil. Ele mantinha em sua casa fotografias e vídeos com cenas de abuso sexual contra crianças e adolescentes.

O mandado de busca e apreensão também foi expedido pela Justiça Federal de Americana. De acordo com a PF, ele possuía mais de 300 arquivos.

Além da pena de um a quatro anos por armazenamento, o morador de Americana é suspeito também de compartilhar as imagens na internet, crime com pena de até seis anos de reclusão.

O cumprimento dos mandados da PF fazem parte de ações que a corporação tem desenvolvido durante 2020 contra este tipo de crime.

Publicidade