22 de setembro de 2020 Atualizado 09:31

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Centenário

Parque Taene terá investimento de R$ 2 mi em Santa Bárbara

Local às margens da Avenida Bandeirantes, em Santa Bárbara, vai integrar loteamento e inauguração é prevista para o primeiro semestre

Por Isabella Holouka

12 jan 2020 às 12:54 • Última atualização 12 jan 2020 às 13:03

A construção do novo parque que foi anunciado nesta semana em Santa Bárbara d’Oeste, em parceria com a iniciativa privada, terá investimento de R$ 2 milhões. O Parque Taene integra o loteamento Reserva Centenária e tem inauguração prevista para o primeiro semestre.

Localizado às margens da Avenida Bandeirantes, o espaço público promete facilitar a integração de diferentes regiões do município.

“É uma cidade com histórico de formação da área central ao longo dos 200 anos, e que depois tem o advento da zona leste, que nasceu no final dos anos 1970 e foi tomando o volume que tem hoje. Um dos desafios nas duas últimas décadas foi proporcionar a integração”, explicou o prefeito Denis Andia (PV).

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Espaço está em construção e promete facilitar a integração de diferente regiões do município

O local, segundo a prefeitura, será o maior de todos os espaços verdes que a cidade já possui, e terá áreas para convívio familiar, locais para atividades da terceira idade, além de diversos tipos de equipamentos e brinquedos, voltados para diferentes faixas etárias. Outro destaque será o Café Centenário, implantado em uma construção restaurada.

“Fizemos uma pesquisa de mercado bem aprimorada do que os munícipes queriam. Então o parque vem de encontro com o que a sociedade deseja”, conta a diretora do loteamento Reserva Centenária, Ellen Lys Trochmann Portugal.

Uma das maiores preocupações na elaboração do projeto foi com a preservação da área verde. De acordo com a diretora, o local tem paisagismo muito rico.

A isso, somam-se iniciativas como a criação de um sistema hídrico interno com reutilização da água da chuva para regas do parque, tratamento integral de esgotos e a destinação adequada do lixo.

Foto: Divulgação
Concepção artística do parque depois de inaugurado: foco no verde

Para o prefeito, trata-se de um “parque que nasce formado em sua composição ambiental, e passa a ser um espaço para que as pessoas possam manter contato com o meio ambiente e, ao mesmo tempo, garantir a preservação da área verde”.

História

Nomeado em homenagem ao barbarense descendente de norte-americanos, Carlos Enrique Dodson, o parque será construído em uma área adquirida em 1865.

“Vieram ao Brasil os descendentes de americanos, e meu tataravô adquiriu essa fazenda, onde construíram a casa, fizeram o paisagismo e se instalaram”, explica Ellen. Taene era o imrão caçula de Rose May Dodson Trochmann e Alonso Keese Dodson.

Ela conta que Taene foi um tio, que faleceu em um acidente de carro antes de se casar, e não deixou descendentes. “Ele era um americano, com um nome gringo que não conseguiam falar. Dizia que se chamava Taene, então ficou o apelido. Ele era muito querido, e essa foi uma forma que encontramos de homenageá-lo”, conclui a diretora.

Publicidade