Número de homicídios em Santa Bárbara é o 2º menor desde 2002

Dados foram disponibilizados pela Secretaria Estadual de Segurança Pública; foram nove vítimas na cidade no ano passado


Santa Bárbara d’Oeste registrou em 2019 o segundo menor número de pessoas assassinadas desde 2002, quando os dados começaram a ser contabilizados e disponibilizados pela SSP (Secretaria Estadual de Segurança Pública). Foram nove vítimas de homicídios dolosos em 2019, queda de 25% em relação a 2018, ano em que houve 12 mortes.

No começo dos anos 2000, o número de mortos pela violência chegava a ser nove vezes maior do que agora. Em 2002, por exemplo, 47 pessoas foram assassinadas em solo barbarense, recorde da série histórica da SSP.

A queda acompanha uma tendência estadual, mas acontece de maneira bem mais acentuada no município. Em todo o Estado de São Paulo, foram registrados um total de 11.847 homicídios em 2002, quase cinco vezes mais que os 2.484 cometidos até o fim de novembro do ano passado.

Desde 2002, apenas em 2014 houve um número menor de pessoas assassinadas no município do que agora – naquele ano, foram oito.

Para o delegado titular de Santa Bárbara, Reynaldo Peres, o combate ao feminicídio, aliado à publicidade que tem sido feita sobre a violência contra a mulher, podem ter ajudado na redução dos números, já que parte dos crimes é resultado de violência doméstica, em sua visão.

De acordo com Peres, o trabalho de prevenção aos homicídios é diferente daquele que é feito com outros crimes, como tráfico e roubo, já que o assassinato é mais imprevisível. “Homicídio ou é eventual ou é rixa de bandido, de traficante”, afirmou.

Trabalho

Para o secretário de Segurança de Santa Bárbara, Rômulo Gobbi, o trabalho em conjunto das forças de segurança, como a Guarda Civil Municipal e a PM (Polícia Militar), que analisam semanalmente o mapa do crime e direcionam as rondas para os locais com mais incidência, contribui para a diminuição dos índices no município.

Exceto em 2014, o ano que mais se aproximou do número de vítimas de homicídios de 2019 foi 2007: dez mortes.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora