Terreno cede e carro afunda em buraco no Centro de SB

Obra que afundou consistia na construção de um muro de arrimo; prefeitura solicitou ao responsável Anotação de Responsabilidade Técnica


Um terreno desbarrancou em Santa Bárbara d’Oeste, afundando o muro do terreno ao lado e levando três veículos que estavam no estacionamento vizinho para dentro do buraco que se formou no chão. O caso ocorreu na noite de terça-feira (6) na Rua Dona Margarida, no Centro, após uma pancada de chuva. Segundo a Defesa Civil, choveu 29 mm ao longo da noite de terça-feira.

A obra que afundou consistia na construção de um muro de arrimo. O locatário do estacionamento disse que o responsável pela obra ao lado admitiu, ontem, que a intervenção não tinha autorização da prefeitura.

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Muro desabou e causou danos em veículos de estacionamento

De acordo com o dono do estabelecimento, que preferiu não se identificar, os veículos que afundaram no buraco são um Jipe, uma BMW e um Audi – este último está na parte da frente do imóvel e pode ser visto da rua. O telhado do estacionamento acabou caindo também após o muro ceder e atingiu a parte superior de vários dos veículos. O dono do estabelecimento ainda não havia calculado o prejuízo.

“Foi uma surpresa, você vê uma obra do lado do seu estacionamento e não vai pensar que está irregular. Faz 20 anos que tem o estacionamento no mesmo lugar, nunca choveu nesse período? A culpa não foi da chuva”, afirmou. “Tive um prejuízo muito grande e alguém vai ter que arcar”.

A prefeitura informou que o setor de Fiscalização foi acionado e solicitou do proprietário do terreno o ART (Anotação de Responsabilidade Técnica) para verificar a regularidade da obra. A reportagem não conseguiu localizar o responsável pelo terreno.

A Defesa Civil informou que o locatário do estacionamento não permitiu a entrada para a retirada dos carros, e alertou que caso chova novamente o terreno pode ceder ainda mais e a situação deve se agravar. O proprietário do estacionamento disse que está aguardando a perícia e não tem para onde levar os veículos, e por isso não deixou a Defesa Civil acessar o local.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!