04 de dezembro de 2020 Atualizado 15:12

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Santa Bárbara

Motorista é detido com frascos de lança-perfume em Santa Bárbara

Não foi possível comprovar que o líquido encontrado se tratava de lança-perfume e o motorista acabou liberado

Por Maíra Torres

24 out 2020 às 15:33

O motorista de um Ônix foi pego com frascos de 1,75 L de lança-perfume, embalagens para venda da droga e R$ 360 em espécie durante um bloqueio de rotina da PM (Polícia Militar), em Santa Bárbara.

O suspeito não ficou preso por conta de um problema técnico no aparelho do Instituto de Criminalística que comprovaria se o líquido é, de fato, lança-perfume.

Frascos de lança-perfume e dinheiro foram apreendidos na ocorrência – Foto: Polícia Militar / Divulgação

A abordagem ocorreu por volta da meia noite deste sábado (24) na Av. Juscelino Kubitschek, no Distrito Industrial. Durante revista pessoal, a polícia encontrou R$360, ao qual o homem informou ser proveniente do trabalho como motorista de aplicativo.

Em revista no veículo, foram encontrados, no assoalho, uma garrafa de 300 ml pela metade e mais treze frascos de 4 ml. Ao ser questionado, o homem negou a responsabilidade pelos objetos.

No entanto, após serem encontradas mais duas garrafas grandes e cheias do líquido transparente no porta-malas, ele admitiu ser dono dos produtos, que ele caracterizou como sendo lança-perfume, e disse ainda tê-los comprado por R$140 para revender.

Como parte do procedimento para a prisão, o líquido precisava ser enviado para o IC (Instituto de Criminalística) para avaliação e comprovação do tipo da substância. A polícia acionou o ógão e o perito responsável pediu um tempo para ligar o aparelho para a relização dos exames.

No entanto, conforme registrado no boletim de ocorrência, “o equipamento havia registrado um novo problema, não sendo possível naquele momento restabelecer o seu funcionamento, impossibilitando a realização dos exames e emissão do laudo, já que não havia previsão do momento em que a máquina entraria em funcionamento”.

Por esse motivo, foi aberto um inquérito policial para investigação do caso e o motorista foi liberado. Os frascos de lança-perfume ficaram apreendidos.

Publicidade