20 de julho de 2024 Atualizado 10:21

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Paywall

Compartilhe

Santa Bárbara

Morador de Santa Bárbara perde R$ 50 mil ao cair no golpe do intermediador de veículos

Vítima acreditou que estava comprando um carro, quando na verdade depositou o valor na conta do golpista

Por Paula Nacasaki

30 de setembro de 2022, às 11h34 • Última atualização em 30 de setembro de 2022, às 11h52

Um morador de Santa Bárbara d´’Oeste perdeu R$ 50 mil ao cair no golpe do intermediador nesta quinta-feira (29). Vítima acreditou que estava comprando um carro, quando na verdade depositou o valor na conta do golpista.

Segundo informações do boletim de ocorrência, o dono do carro, um Ônix, fez um anúncio em uma rede social sobre a venda do veículo. No dia 14 deste mês, uma pessoa que se identificou como James o procurou dizendo que desejava comprar um ponto comercial e que, o dono do comércio, queria como pagamento um carro como o dele, motivo pelo qual ele se interessou pelo anúncio.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Ao vendedor, ele disse que um casal iria até ele para ver o veículo. Depois disso ele sumiu por dias e voltou a fazer contato via WhatsApp com o dono do carro nesta quinta-feira.

Ao mesmo tempo, o estelionatário utilizou as imagens do Ônix e fez um novo anúncio na internet, mas com o seu telefone para contato.

Um homem de 38 anos viu o falso anúncio, se interessou e passou a conversar com James. O golpista explicou a ele que o carro em questão estava no nome do seu primo, mas que a propriedade era sua.

A vítima quis conhecer o Ônix e ele marcou um encontro com o dono do carro e a vítima.

Para o dono do carro, o estelionatário relatou nesta que uma pessoa queria ver o veículo e pediu que ele não falasse nada sobre valores e que toda parte financeira deveria ser tratada diretamente com ele.

Já para o interessado no Ônix, ele contou história parecida. Que o valor de R$ 50 mil deveria ser pago a ele e que o carro estava com um familiar.

Acreditando ser verdade, a vítima fez o Pix para a conta indicada pelo criminoso. Na sequência, o estelionatário mandou mensagens para o dono do carro e ao interessado, explicando que tratava-se de um golpe e depois os bloqueou.

Os dois procuraram o plantão policial de Santa Bárbara e um boletim de ocorrência de estelionato foi registrado. Ambos foram orientados quanto ao prazo decadencial para reapresentar a denúncia.

Como funciona o golpe do intermediador

O estelionatário pega na internet um anúncio verdadeiro de venda de um determinado veículo, depois o recria em uma rede social, porém, com um valor bem inferior para ser atrativo e coloca o seu telefone para contato.

Quando a vítima entra em contato, o golpista diz que está vendendo o carro ou moto para um conhecido e afirma que todas as negociações serão tratadas com ele.

Já para o verdadeiro dono do veículo, o estelionatário relata que está ajudando seu amigo a encontrar o carro ou moto e afirma que a parte do pagamento é de sua responsabilidade.

A vítima vai até a casa do verdadeiro vendedor ver o veículo que quer comprar, mas como o estelionatário se passa por intermediador da venda para as duas partes, ambos não desconfiam que estão sendo enganados.

A vítima conhece o veículo, paga para o estelionatário e este não repassa o valor para o verdadeiro dono do bem. O dono, como não recebe o dinheiro, não entrega o automóvel. Apenas quando conversam sem a presença do golpista é que as vítimas reconhecem que foram enganados pelo falso intermediador.

Há alguns casos também em que o dono do bem não sabe da presença do intermediador, apenas o comprador é enganado.

Publicidade