Jovem acusa sogro de tê-lo chamado de macaco e caso vai parar na polícia

Filha do acusado teria filmado o episódio e mostrado para o namorado; desentendimento foi registrado em casa da Vila Pântano, em Santa Bárbara


Um desentendimento entre um serralheiro de 44 anos e seu genro, de 18 anos, foi parar na delegacia de Santa Bárbara d’Oeste, na noite desta quarta-feira (1º). O jovem teria sido chamado de “macaco” pelo sogro. As informações são da Polícia Civil.

Segundo o boletim de ocorrência, o jovem não estava na casa quando houve a ofensa, mas a sua namorada, que é filha do acusado, teria filmado o episódio e mostrado a ele. Durante a noite eles se encontraram e houve um desentendimento.

A PM (Polícia Militar) foi acionada para atender o caso, na Vila Pântano, e encaminhou todos os presentes na casa até a delegacia. Lá, a vítima disse que não é a primeira vez que é xingado de macaco pelo sogro.

Um boletim de ocorrência foi registrado como injúria. O jovem foi informado que tem até seis meses para entrar com uma representação criminal para que o sogro responda pelas acusações. Todos foram liberados.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora