Funileiro é preso por tentar matar a filha de 17 dias

Ele arremessou a criança por cima de um muro após discutir com a mulher; estado de saúde da vítima é estável, mas há suspeita de traumatismo craniano


Foto: Walter Duarte - O Liberal
O delegado responsável pelo plantão policial de Santa Bárbara, Gabriel Fagundes, determinou a prisão de Diogo Aparecido Machado

Um funileiro foi preso na tarde deste domingo, dia 13, em Santa Bárbara d’Oeste após arremessar a própria filha, de 17 dias, por cima do muro da casa onde mora, no bairro São Joaquim. Diogo Aparecido Machado, de 25 anos, foi autuado em flagrante por tentativa de homicídio. A criança foi socorrida para o pronto-socorro Edson Mano, com suspeita de traumatismo craniano.

O crime ocorreu por volta das 14h. O funileiro teria discutido com sua mulher, mãe da criança, quando a retirou de seus braços e lançou por cima do muro, que tem cerca de 2,5 metros de altura. O autor disse aos policiais que, antes da discussão, havia ingerido bebida alcoólica. O vizinho do casal, um aposentado de 60 anos, socorreu a menina e chamou a Guarda Municipal.

O delegado responsável pelo plantão policial de Santa Bárbara, Gabriel Fagundes, determinou a prisão. Ele permanecerá na carceragem da delegacia até esta segunda-feira, dia 14, quando passará por uma audiência de custódia. Nela, um juiz decidirá se converte a prisão em flagrante em preventiva (que não tem prazo para expirar).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!