Exposição em Santa Bárbara mescla modernidade e nostalgia

Eleito pelo Ministério da Cultura como o museu mais criativo do País, o foco na interatividade é um dos principais diferenciais do museu


Foto: Marcelo Rocha - O Liberal
Público pode jogar um total de 32 consoles diferentes

O estudante Vinícius Buso, 12, divide seu tempo livre basicamente entre dois jogos: o fenômeno “Fortnite” e “Fifa 19”. Neste sábado, no entanto, a expectativa era por outro game, bem mais antigo: “Pac-Man”, uma das opções disponíveis no Museu do Videogame Itinerante, que chegou ao Tivoli Shopping, em Santa Bárbara d’Oeste, e fica até o dia 2 de junho.

“Queria jogar Pac-Man. Já joguei algumas vezes, mas poucas”, disse Vinicius. A ideia de trazer a nostalgia dos jogos clássicos é uma das principais propostas do museu, de acordo com o diretor da exposição Cláudio Lima. Fundado em 2011, o museu se tornou itinerante a partir de 2015. Todas as atrações são gratuitas.

“Estamos há quatro anos percorrendo cidades, principalmente as capitais do Brasil. A satisfação é muito grande em chegar ao interior de São Paulo. Trazer o museu tanto para Santa Bárbara quanto para as cidades próximas. É trazer essa nostalgia para um público que, às vezes, nunca teve contato com um Atari, Odyssey, Telejogo. Isso é muito bacana”, afirmou Lima.

Foto: Marcelo Rocha - O Liberal
Bicampeão mundial de “Just Dance”, Diegho San, foi a atração na abertura do Museu do Videogame

32 CONSOLES. O público pode jogar um total de 32 consoles diferentes. Nos mais antigos, há apenas um jogo disponível, como no caso do primeiro PlayStation, com o game “Metal Slug”. Já nos aparelhos da atual geração – Xbox One (Microsoft), PlayStation 4 (Sony) e Nintendo Switch – existem várias opções.

A plataforma com maior presença na feira é o PlayStation 4, com diversos títulos para o público jogar: “Marvels Spider-Man”, “Jump Force”, “Dragon Ball FighterZ”, entre outros.

Eleito pelo Ministério da Cultura como o museu mais criativo do País, o foco na interatividade é um dos principais diferenciais do museu. Entretanto, a parte histórica não fica atrás.

O acervo conta com peças raras, como primeiro console da história, o Odyssey, de 1972, além de um protótipo do aparelho. O museu traz ainda o PlayStation VR, óculos de realidade e virtual da Sony, além de dois cockpits para jogos de corrida. A partir de amanhã, às 19h, ocorrem campeonatos em diversas plataformas. A programação está no perfil do Tivoli Shopping no Facebook.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora