Em nova ofensiva contra o tráfico, polícia prende 18 pessoas em SB

As prisões efetuadas nesta quarta e quinta-feira ocorreram no Jardim Esmeralda e imediações


Em nova ofensiva contra o tráfico de drogas, a Polícia Civil prendeu 18 pessoas em Santa Bárbara d’Oeste. As prisões foram realizadas nesta quarta e quinta-feira em uma operação para combater o tráfico de entorpecentes na região do Cidade Nova. A ação é semelhante à realizada no Santa Rita em outubro do ano passado e que culminou na prisão de 19 pessoas na ocasião.

As prisões efetuadas nesta quarta e quinta-feira ocorreram no Jardim Esmeralda e imediações. Policiais civis cumpriram mandados de prisão temporária expedidos também pela 2ª Vara Criminal de Santa Bárbara. Com os suspeitos, entre eles uma mulher, foram apreendidos aparelhos celulares, dinheiro e duas cadernetas com anotações ligadas ao tráfico. A Polícia Civil não deu mais detalhes sobre a operação.

OUTRA
Em 2017, uma investigação da Polícia Civil com o uso de interceptações telefônicas autorizadas pela Justiça desmontou uma quadrilha que atuava no tráfico de drogas na região do bairro Santa Rita. Dezenove pessoas foram denunciadas pelo Ministério Público por envolvimento com o tráfico. Uma delas, inclusive, é apontada como integrante do PCC (Primeiro Comando da Capital) e negociava a porcentagem no pagamento da venda de drogas na cidade de dentro de um CDP (Centro de Detenção Provisória). O caso está na fase de alegações finais e tramita na 2ª Vara Criminal de Santa Bárbara.

As investigações tiveram início em maio durante uma apuração de tentativa de assassinato por acerto de contas. “Começamos a investigar a tentativa de homicídio e descobrimos algo muito maior. Por meio de escutas telefônicas e diligências em campo chegamos na prisão de todos os integrantes de uma quadrilha voltada para o tráfico de drogas”, declarou, na época, o delegado Eduardo Simões Miraldi, titular da Delegacia de Santa Bárbara. No decorrer da investigação, a polícia apreendeu cerca de 30 quilos de drogas, três carros, sendo um de luxo, e também aparelhos celulares.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora