Comerciante é detido após efetuar disparos em motel

Após atirar, ele fugiu a pé do local, atravessou a pista e foi pedir socorro na empresa Goodyear; ninguém ficou ferido


Um comerciante de 30 anos foi detido após efetuar três disparos dentro da suíte de um motel localizado na Rodovia Luiz de Queiroz e fugir dali a pé para a empresa Goodyear nesta quarta-feira (11). Ele pediu que a Polícia Militar fosse acionada e disse que estava com medo de seu namorado tentar matá-lo. O caso foi apresentado ao 3° DP (Distrito Policial) e até o fechamento da edição a SSP (Secretaria de Segurança Pública) não havia informado se ele ficaria preso. Ele confessou ter feito uso de drogas. Ninguém ficou ferido.

Foto: Polícia Militar / Divulgação
Arma foi apreendida pela Polícia Militar

De acordo com PM, o comerciante buscou uma pistola Taurus .380 que estava em seu carro Honda Civic e se envolveu em uma discussão com um instalador de 29 anos que estava com ele no motel. Um dos disparos atingiu um vidro, outro a porta do banheiro e a terceira cápsula deflagrada não foi encontrada. No local, havia cocaína, maconha e bebida alcoólica – os dois admitiram o uso das substâncias.

Após atirar, o comerciante saiu do estabelecimento, atravessou a pé a pista e entrou na empresa. Na sequência, ele pediu que os funcionários acionassem a PM e alegou que estava sendo perseguido. A Polícia foi acionada por volta do meio-dia, chegou ao local e o deteve.

O homem não apresentou resistência e, segundo os policiais, estava alterado em função das drogas consumidas, apresentando versões contraditórias do que tinha acontecido. O instalador foi encontrado pela polícia dentro do banheiro da suíte – ele havia trancado a porta para evitar ser ferido.

Inicialmente, a polícia havia informado que o comerciante havia encontrado a arma junto aos pertences do outro homem; contudo, posteriormente informou que a arma era do próprio comerciante e que ela estava com a numeração suprimida.

O caso deve ser registrado na Polícia Civil como porte ilegal de arma de fogo. A Goodyear não se pronunciou sobre o ocorrido.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!