Capivara ‘invade’ loja de Santa Bárbara e mobiliza bombeiros

Animal entrou em alta velocidade em uma loja da Avenida Alfredo Contatto e se escondeu no banheiro até a chegada dos bombeiros


Uma capivara surpreendeu o proprietário de uma loja de roupas na Vila Ferrarezi, em Santa Bárbara d’Oeste, e mobilizou o Corpo de Bombeiros na tarde desta terça-feira (28). O animal entrou na loja, se escondeu no banheiro e só foi retirado com a ajuda da corporação.

O episódio aconteceu por volta das 14h45. Vídeos da câmera de segurança do estabelecimento mostram a capivara se locomovendo em alta velocidade pela calçada da Avenida Alfredo Contatto. E, em seguida, ela entrou na loja para espanto do dono, o comerciante Cláudio Paviani.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp. Clique aqui e envie uma mensagem para ser adicionado na lista de transmissão!

Foto: Divulgação
Animal invadiu uma loja na Avenida Alfredo Contatto

Ele estava com dois representantes no local quando houve a “invasão” da capivara. “Ela chegou acelerada, mas assim que entrou da porta para dentro, ficou calma. Ela parou e ficou olhando para nossa cara, com uma respiração rápida, de quem estava assustada”, disse ao LIBERAL.

O animal deixou marcas de sangue no piso da loja, um indício de que estava machucado. Depois, caminhou lentamente até o banheiro, onde se escondeu. Bruno levou um recipiente com água e fechou a porta para que a capivara não se assustasse ainda mais.

“Foi um susto. É um animal grande e não é comum. De momento a gente até achou que era um cachorro, era grande para caramba! Parece que ela [capivara] veio no lugar certo. Ela se sentiu bem aqui dentro. Nem tem como achar ruim, com o ar-condicionado ligado”, riu o comerciante.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

Foto: Divulgação
Corpo de Bombeiros foi acionado e retirou a capivara da loja em segurança

Cerca de 30 minutos separaram a entrada do animal na loja e a chegada do Corpo de Bombeiros, que o retirou o animal do local, colocando-o em uma grade de proteção. Outro vídeo mostra que, no momento da retirada, outras pessoas estavam na loja, curiosas pelo desfecho da história da capivara “velocista”.

O animal foi liberto em seu habitat natural, segundo informou a corporação, embora não tenha apontado uma localização específica.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora