Assassino de comerciante se apresenta, confessa crime e é liberado

Ao LIBERAL, delegado responsável pelo caso disse que pedirá prisão de suspeito que fez os disparos dentro de farmácia em Santa Bárbara


Vídeo:

A Polícia Civil de Santa Bárbara d’Oeste identificou nesta quarta-feira (8) o assassino do comerciante Lucas da Silva Paulino, executado a tiros em uma farmácia no bairro São Francisco. O motorista de aplicativo Gilberto Carlos Falcão Filho, de 32 anos, prestou depoimento e confessou o crime. Como não houve flagrante, ele foi liberado

Foto: Divulgação_Polícia Civil
Polícia conseguiu chegar até suspeito do homicídio após investigar o carro dele, que teria sido usado no crime em farmácia

O delegado Reynaldo Peres, responsável pela investigação, disse que vai pedir a prisão preventiva dele à Justiça. A motivação do homicídio seria passional.

Segundo Peres, os investigadores chegaram até Gilberto através do carro usado no crime, um Chevrolet Cobalt. “Verificamos as placas, vimos que o carro estava em nome dele e fomos até a casa. O pai dele viu as imagens da farmácia e ligou pro filho, dizendo para ele se entregar”, afirmou o delegado em entrevista ao LIBERAL.

A polícia apreendeu o veículo e a arma utilizada pelo motorista para matar o comerciante, um revólver calibre 38. Ambos devem passar por perícia. O LIBERAL tenta contato com Gilberto e com a defesa dele.

Foto: Divulgação/Polícia Civil
Revólver calibre 38 que teria sido usado no crime, segundo a polícia, foi apreendido

CASO

Na noite de segunda-feira, o comerciante de 28 anos foi executado a tiros dentro de uma farmácia no bairro Jardim São Francisco, em Santa Bárbara d’Oeste. O homem estava na frente do caixa quando o suspeito entrou no local e efetuou os disparos.

De acordo com o boletim de ocorrência, o crime ocorreu às 22h37. A PM (Polícia Militar) foi acionada para atender um homicídio na farmácia da Rua Tupi. No local, foram informados que a vítima, Lucas da Silva Paulino, havia entrado no estabelecimento para comprar um medicamento.

Foto: Reprodução/Redes sociais
Lucas da Silva Paulino foi executado em uma farmácia de Santa Bárbara

Na sequência, um homem que usava bermuda clara, camiseta vermelha e boné foi em direção a Paulino e efetuou de três a quatro disparos contra ele, que estava de costas. A vítima foi socorrida ao Pronto Socorro Edison Mano, mas não resistiu aos ferimentos e faleceu.

Ainda segundo o registro policial, a esposa da vítima estava no carro do lado de fora da farmácia e viu um homem sair com uma arma de fogo na mão, mas não conseguiu identificar em qual veículo ele entrou. A perícia esteve no local e o corpo foi encaminhado para o IML (Instituto Médico Legal) de Americana.

 

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora