Alunos catalogam espécies de árvores em Santa Bárbara

Estudantes do 9º ano do Sesi de Santa Bárbara realizaram estudo de espécies de árvores presentes em todas as suas dependências nas últimas semanas


Estudantes do 9º ano do Sesi de Santa Bárbara d’Oeste realizaram estudo de espécies de árvores presentes em todas as suas dependências. A ação ocorreu nas últimas semanas, com apoio de profissionais da Secretaria de Meio Ambiente. O trabalho foi identificação e catalogação das espécies, mapeamento e confecção de exsicatas (material seco e prensado coletado das árvores, para compor uma coleção botânica).

A atividade foi uma parceria entre a prefeitura e o Sesi e aconteceu durante as aulas de Eixo Interáreas – “Fome de quê?”, sendo mediada pela professora Érica Fátima Inácio, com supervisão e orientação do biólogo Fábio Vicentin Diniz durante os meses de março e abril.

Foto: Prefeitura de Santa Bárbara d'Oeste / Divulgação
Trabalho de educação ambiental foi desenvolvido ao longo das últimas semanas, em uma parceria do Sesi com a prefeitura

O principal objetivo do projeto foi fazer com que os estudantes se sensibilizassem com o ambiente que os cerca e garantir práticas sustentáveis no futuro, despertando neles o “conhecer para preservar”.

No dia 12 deste mês foi feita a coleta do material botânico das árvores, para que o mesmo fosse prensado e seco na estufa do Viveiro Municipal. No dia 16 o trabalho foi concluído com a montagem das exsicatas. Foram quase 20 espécies catalogadas, as quais serão agora identificadas visualmente nas dependências do Centro de Atividades do Sesi de Santa Bárbara d´Oeste.

Educação Ambiental também é abordada em escolas da rede municipal

Sustentabilidade e Educação Ambiental também estão no dia a dia dos alunos da rede municipal de ensino de Santa Bárbara d’Oeste. A prefeitura promove o trabalho de “checklist”, que percorre as escolas municipais propondo novas ideias e alternativas para o trabalho em sala de aula.

Os profissionais da rede são orientados sobre os temas “água e esgoto”, “resíduos”, “energia elétrica”, “projetos pedagógicos”, “reuso”, “meio Ambiente” e “fauna sinantrópica”. Neste ano, o projeto segue com a atuação de uma equipe multidisciplinar que integra a Câmara Técnica de Educação Ambiental.

Outras diversas ações são realizadas, como plantio de mudas de árvores, implantação e melhorias em hortas e hortos, além de melhorias nas estruturas das unidades.

Profissionais da rede municipal de ensino e voluntários também participam do curso de confecção de exsicatas, que tem como objetivo a catalogação das espécies utilizadas no município, resultando na estruturação de um Herbário Municipal que ficará no Núcleo de Educação Ambiental “Fioravante Luiz Angolini” (NEA), em projeto inédito na região.

As informações são da assessoria de comunicação da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora

Receba nossa newsletter!