22 de janeiro de 2021 Atualizado 22:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

ELEIÇÕES 2020

‘Alguém precisa explicar’, diz Piovezan sobre pesquisas eleitorais em Santa Bárbara

Prefeito eleito questionou pesquisa que colocava Dr. José com 30 pontos percentuais na frente

Por Leonardo Oliveira

24 nov 2020 às 08:11 • Última atualização 26 nov 2020 às 08:49

Dentre as eleições municipais na RTP (Região do Polo Têxtil), certamente as de Santa Bárbara d’Oeste tomaram o maior espaço dentro do noticiário estadual. Não pelo resultado em si, mas pela polêmica em torno do anúncio feito pela candidatura de Dr. José (PSD) de que ele foi o prefeito eleito antes do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) cravar a vitória oficial de Rafael Piovezan (PV).

O biólogo lançado por Denis Andia (PV) foi entrevistado pelo LIBERAL na manhã desta segunda-feira (23) e evitou entrar em polêmicas sobre o assunto. Questionado sobre o conturbado dia 15 de novembro, Piovezan disse que não viu boa parte do que aconteceu e que ficou “muito tranquilo”.

Piovezan esteve nesta segunda no LIBERAL – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

O único ponto criticado por ele foi a divulgação, na semana que antecedeu as eleições, de uma pesquisa que colocava Dr. José com larga vantagem na liderança, com 52,32% dos votos, contra 20,17% de Rafael Piovezan.

“Alguém precisa dar uma explicação em respeito a isso, até porque esse tipo de campanha gera uma manipulação da opinião pública. Você pensar que, três dias antes da eleição, o candidato tinha 52% e eu tinha 20%. Alguém precisa explicar isso”, disse em entrevista ao LIBERAL.

Sobre a divulgação equivocada do vencedor, Rafael afirma que ficou o dia todo em casa, com a esposa e os filhos, e procurou se desligar da apuração.

Por isso, diz ter assistido a filmes e a um jogo de futebol. “Aquele foi um domingo dos pouquíssimos que eu pude ficar com a família, brincar com o Miguel, com o Davi [seus filhos], e esperar.”, revelou.

Como durante a campanha Piovezan passou os domingos na rua, longe da família, ele diz que preferiu dar atenção aos mais próximos no dia da eleição, e combinou que Denis Andia lhe avisaria do resultado. Sua esposa chegou a ver, durante o dia, que havia um movimento estranho na internet, mas não teria entrado em detalhes, segundo Rafael.

A equipe que trabalhou na campanha do então candidato pelo PV teve acesso aos boletins de urna e realizou a própria contagem dos votos. “No nosso comitê sempre tava isso, uma pequena diferença de votos, mas na frente. O Denis [Andia] falou que tava tendo alguma confusão, mas não me passou muitos detalhes”, revelou.

“A gente, com muita cautela, seriedade e respeito, esperou o final da apuração, até porque o TSE acabou demorando e eu sei que não foi fácil nem a vida dos repórteres. A gente ficou aguardando. Esperamos até sair o resultado oficial e depois eu tive a oportunidade de ir lá e cumprimentar todo mundo”, finalizou.

Publicidade