Homem morre quase 40 dias após ter sido agredido

Paulo Sérgio dos Santos, de 51 anos, teria sido agredido no dia 13 de outubro


O ajudante de pintor Paulo Sérgio dos Santos, de 51 anos, morreu nesta quarta-feira (20) no Hospital Santa Bárbara, onde estava internado, após ter sido agredido no dia 13 de outubro.

Receba as notícias do LIBERAL pelo WhatsApp

As agressões sofridas pelo ajudante foram relatadas à Polícia Civil no dia 1° de novembro, quando a irmã da vítima, de 57 anos, registrou boletim de ocorrência de lesão corporal no 2° DP (Distrito Policial) da cidade.

Foto: Reprodução
Paulo Sérgio dos Santos

Ela disse que o irmão foi agredido na rua e sofreu várias lesões, como fraturas nos braços e costelas. Não há informações sobre o local e horário que o ajudante foi agredido e nem informações de suspeitos. Ele morava na Rua Araçatuba, no bairro Cidade Nova II.

Ouça o “Além da Capa”, um podcast do LIBERAL

O homem foi levado para o pronto-socorro Edison Mano e depois foi transferido para a UTI (Unidade de Terapia Intensiva) do Hospital Santa Bárbara. A morte da vítima foi registrada no plantão policial e o caso será investigado pela equipe do 2º DP.

Santos foi sepultado na manhã desta quinta-feira no Cemitério Parque dos Lírios, em Santa Bárbara.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora