28 de julho de 2021 Atualizado 10:48

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Homicídio

Açougueiro é assassinado dentro de casa no Parque do Lago

Valdênio da Cruz, de 25 anos, foi morto a tiros dentro da república onde mora no Parque do Lago

Por Paula Nacasaki

16 fev 2021 às 09:03

O açougueiro Valdênio da Cruz, de 25 anos, foi morto a tiros dentro da república onde mora no Parque do Lago, em Santa Bárbara d’Oeste, na noite desta segunda-feira (15). O homicídio aconteceu na Rua Vitório Buzinare, por volta de 22h, e ninguém foi preso.

De acordo com a PM (Polícia Militar), manchas de sangue no chão indicam que Valdênio possa ter sido atingido em frente ao imóvel, fugido para o interior da casa e executado dentro do banheiro.

No momento dos disparos, um auxiliar de produção estava presente, porém em outro cômodo e chamou a polícia.

Ainda segundo a PM, relatos de vizinhos apontam que durante todo o dia uma motocicleta preta tinha rondado o bairro. Após os disparos ao açougueiro, este mesmo veículo foi visto deixando o local em alta velocidade com dois ocupantes na moto. As testemunhas ainda teriam afirmado que ouviram o atirador chamar a vítima pelo nome.

O auxiliar de produção que estava na residência contou que estava no quarto quando ouviu os tiros e o amigo pedindo socorro. Com medo, ele disse para a polícia que não deixou o cômodo e segundos depois ouviu mais disparos.

Ele ligou para o 190 da Polícia Militar e quando abriu a porta, viu o açougueiro caído ao chão do banheiro e agonizando. Valdênio não resistiu aos ferimentos e morreu no local.

Na delegacia, a namorada da vítima foi questionada se Valdênio tinha alguma desavença ou envolvimento com drogas, mas ela negou.

Já o auxiliar de produção, no entanto, disse que o açougueiro usava cocaína, mas que desconhecia se ele possuía algum desentendimento. Questionado sobre a rotina do açougueiro, disse apenas que ele trabalhava em Araras e que essa semana tinha faltado do trabalho sem dar explicações e que havia pedido para deixar o portão trancado durante o dia.

O caso foi registrado como homicídio no plantão policial de Santa Bárbara e a Polícia Civil trabalha para tentar identificar os envolvidos no assassinato.

Publicidade