16 de julho de 2020 Atualizado 10:42

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Comércio

Veja ponto a ponto como será a reabertura do comércio na região

Para que haja a retomada do comércio, prefeituras divulgaram decretos estipulando regras a serem seguidas; confira

Por Leonardo Oliveira

01 jun 2020 às 09:00 • Última atualização 01 jun 2020 às 18:53

As cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) reabrem nesta segunda-feira (1) as lojas de rua, escritórios e imobiliárias. A flexibilização está prevista no Plano São Paulo, apresentado pelo Governo do Estado na última semana.

Os municípios da região fazem parte da fase 2, no qual está prevista a abertura dos setores acima mencionados. Mas para que haja a retomada desses estabelecimentos, as prefeituras divulgaram decretos estipulando regras para serem seguidas.

AMERICANA

  • Lojas de rua, escritórios e imobiliárias funcionam quatro horas por dia. O prefeito Omar Najar (MDB) não delimitou um horário para todos os serviços. Isso significa que o lojista pode escolher a hora que irá abrir, desde que seu estabelecimento funcione somente durante quatro horas.
  • O número de clientes atendidos por cada comércio não poderá ser maior do que o de funcionários que ele possui. No caso do local não possuir vendedores, o máximo de clientes será o equivalente a 20% da capacidade do local.
  • É exigido o distanciamento social mínimo de 1,5 metro entre todas as pessoas que estejam no espaço
  • Em escritórios, imobiliárias e serviços de corretagem de seguro e planos de saúde “o atendimento presencial aos clientes deverá ser individualizado e com hora marcada, evitando-se o acúmulo de pessoas em salas de espera e/ou recepções.”.
  • Obrigatório o uso de máscaras por clientes e funcionários
  • O serviço de área azul está suspenso temporariamente
  • A Sou Americana terá ônibus extras para as linhas que registrarem aumento no número de passageiros

HORTOLÂNDIA

  • Podem funcionar o comércio, as corretoras de imóveis, escritórios, concessionárias de veículos e shopping centers por até quatro horas.
  • Os templos religiosos podem realizar celebrações de, no máximo, uma hora. A lotação máxima deverá ser de 30%, será obrigatório o distanciamento mínimo de dois metros entre as pessoas e todas as pessoas, exceto o líder religioso, deverão usar máscaras.
  • Não pode haver contato físico e está proibida a participação de pessoas acima de 60 anos e crianças abaixo de 1 anos, além daqueles que tenham alguma comorbidade ou estejam gripados.
  • O horário de funcionamento será das 10h às 14 horas nos comércios, corretoras de imóveis escritórios e concessionárias de veículos.
  • Já o shopping tem uma flexibilidade maior para reabertura. Assim como os outros setores, ele pode funcionar por quatro horas. Mas a administração pode escolher qualquer horário para abrir, desde que cumpra o período entre 10h e 20h e atenda até 20% da capacidade. A praça de alimentação não pode funcionar.
  • Escritórios e imobiliárias podem atender, ao mesmo tempo, somente dois clientes.
  • No comércio em geral, deverão ser atendidas duas pessoas nos estabelecimentos com área de até 150m, quatro pessoas nos estabelecimentos com área superior a 150m² e até 300m, seis pessoas nos estabelecimentos com área superior a 300m² e até 500m², dez pessoas nos estabelecimentos com área superior a 500m².
  • Os estabelecimentos deverão adotar o uso obrigatório de máscara por parte dos clientes no interior do estabelecimento, deixar disponível álcool em gel na entrada e nos balcões, utilizar hipoclorito de sódio para higienizar os calçados dos clientes antes de entrarem no estabelecimento.   
  • Além disso, terão que Instalar barreiras transparentes entre os funcionários e os clientes, ou o uso de máscaras do tipo “escudo facial” por parte dos funcionários para evitar a disseminação do Coronavírus;
  • Provadores não poderão entrar em operação, nem a degustação ou o consumo de produtos no interior do estabelecimento.

Confira o decreto com todas as especificações clicando neste link.

NOVA ODESSA

  • Poderão funcionar por quatro horas imobiliárias, escritórios e comércios. Não existe um horário definido pelo poder público, então os lojistas podem decidir quando abrir, desde que respeitem a carga estipulada de quatro horas.
  • Para isso, devem seguir as seguintes normas sanitárias: Manter em trabalho remoto ou em afastamento colaboradores do grupo de risco; Afastar imediatamente e por, no mínimo, quatorze dias o funcionário que tiver sintomas do novo coronavírus (Covid-19) ou contato com sintomáticos; Disponibilizar álcool em gel 70%, Só será permitida uma pessoas a cada quatro metros quadrados de área de venda dos comércios; Sinalizar no chão o distanciamento de dois metros entre pessoas; Instalar barreira física entre clientes e funcionários; Controlar a entrada e saída de pessoas dentro do estabelecimento
  • Está proibido disponibilizar bebedouros coletivos, o uso de tolhas de tecido para secagem das mãos, o uso de provadores (para lojas de roupas, por exemplo) e a disponibilização de mostruário para prova de produtos.

Confira o decreto municipal com todas as especificações clicando neste link.

SANTA BÁRBARA D’OESTE

  • Podem funcionar quatro horas por dia comércios, escritórios, concessionários de veículos e imobiliárias. A Acisb (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d’Oeste) definiu o funcionamento desses estabelecimentos das 10h às 14 horas,de segunda à sexta, e aos sábados, das 9 às 13 horas.
  • Os shoppings também estão autorizados a abrir, atendendo com até 20% da capacidade. O Tivoli Shopping definiu que retomará parcialmente suas atividades a partir de quinta-feira (4), das 14 às 18 horas.
  • O acesso de veículos será liberado só pela Avenida Santa Bárbara, as cancelas serão automatizadas para evitar que o cliente aperte o botão. O acesso de clientes será liberado somente pela Portaria A (entrada da expansão, localizada ao lado de Riachuelo e Renner).
  • A praça de alimentação dos shoppings não funcionará. Os restaurantes só podem abrir no sistema delivery (entrega), drive thru ou take away (para aviagem).

SUMARÉ

  • Quatro horas de funcionamento para lojas de rua e escritórios, de segunda a sexta-feira, das 10h às 14 horas. Esses estabelecimento poderão atender com até 20% da capacidade.
  • O shopping deverá funcionar por quatro horas, das 16h às 20h, com a praça de alimentação fechada. O shopping deverá funcionar por quatro horas, das 16h às 20h, com a praça de alimentação fechada. Em seu site oficial, o Shopping Park City Sumaré divulgou que irá reabrir nesta segunda, às 16h.

Como funciona o Plano São Paulo?

O Plano São Paulo dividiu as regiões do estado em cinco fases: vermelha, laranja, amarela e verde e azul. As regiões são classificadas de acordo com o número de infectados e de leitos de UTI (Unidade de Terapia Intensiva) disponíveis.

Aquelas regiões com as piores condições epidemiológicas foram colocados no “vermelho”. Americana foi classificada na fase “laranja”, por isso foi possível flexibilizar a abertura com restrições de comércios, imobiliárias e escritórios.

A cidade estará nessa fase até o próximo dia 15, quando será feita uma nova classificação. Se o número de casos tiver um grande aumento e a disponibilidade de leitos cair, Americana pode dar um passo atrás e ter que fechar esses setores.

Por outro lado, se conseguir reduzir o avanço da Covid-19, pode subir à zona amarela, que permite que bares e salões de beleza reabram com restrições.

Podcast Além da Capa
O novo coronavírus representa um desafio para a estrutura de saúde de Americana, assim como outros municípios da RPT (Região do Polo Têxtil), mas não é o primeiro a ser encarado. H1N1, dengue, malária, febre maculosa. Outras doenças também modificaram rotinas, exigiram cuidados além do trivial – ainda que não tenha havido quarentena, como agora – e servem de experiência para traçar paralelos com o atual cenário. Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com a repórter Marina Zanaki, que assina uma série de reportagens sobre outras epidemias em Americana.