20 de julho de 2024 Atualizado 10:00

Notícias em Americana e região

8 de Agosto de 2019 Grupo Liberal Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

RECICLAGEM

Usina móvel vai transformar entulho em material para recuperação de estradas na região

Em fase final de testes, estrutura vai atender Santa Bárbara, Nova Odessa, Sumaré e Hortolândia quando entrar definitivamente em funcionamento

Por Gabriel Pitor

16 de junho de 2024, às 14h19

Usina móvel que irá transformar entulho em pedriscos a serem utilizados na manutenção de estradas - Foto: Divulgação

O Consimares (Consórcio Intermunicipal de Manejo de Resíduos Sólidos da Região Metropolitana de Campinas) apresentou na última terça-feira (11), em evento realizado em Hortolândia, uma usina móvel que irá transformar entulho em pedriscos a serem utilizados na manutenção de estradas e na construção de calçadas.

O maquinário está acoplado a um caminhão que percorrerá as cidades que integram o consórcio, entre elas Santa Bárbara d’Oeste, Nova Odessa, Sumaré e Hortolândia, que compõem a RPT (Região do Polo Têxtil). O investimento foi de R$ 3,5 milhões realizado por meio do Fecop (Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição), do Governo do Estado de São Paulo.

📲 Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

De acordo com o Consimares, a Usina Móvel de RCC (Resíduos da Construção Civil), que consiste em um caminhão e um equipamento de 10 metros de comprimento, tritura até 100 toneladas de entulho por hora, como tijolos, concreto, telhas, azulejo e blocos cerâmicos.

Após o processo de moagem, os resíduos são transformados em pedriscos que poderão ser reutilizados na manutenção e recuperação de estradas rurais, na fabricação de passeios de praças, prédios públicos e pátios de escolas. A usina ainda é capaz de separar outros materiais, como ferros, pregos e metais, para que possam ser destinados corretamente.

Faça parte do Club Class, um clube de vantagens exclusivo para os assinantes. Confira nossos parceiros!

“Agora, vamos reciclar esses resíduos da construção civil, muitas vezes descartados de modo irregular, e transformá-los em um material que pode ser utilizado novamente em estradas rurais, sub-base para asfalto, tapa-buraco, dentre outros”, destacou o presidente do Consimares, Maurício Baroni.

A usina está em fase final de testes que acontecerá em Hortolândia. Quando definitivamente entrar em funcionamento, o equipamento atenderá Capivari, Elias Fausto, Hortolândia, Monte Mor, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré, que integram o consórcio.

Siga o LIBERAL no Instagram e fique por dentro do noticiário de Americana e região!

Publicidade