Têxteis celebram pacote de benefícios do governo estadual

Cidades da região estão inclusas em 9 dos 11 polos de desenvolvimento econômico criados pelo governador João Doria (PSDB)


O setor têxtil comemorou o pacote de benefícios para a indústria anunciado nesta quinta-feira pelo governador João Doria (PSDB). Foram criados 11 polos de desenvolvimento econômicos divididos por setores que serão contemplados com vantagens em diversas áreas. Entre esses polos, está o setor têxtil.

Com o objetivo de aumentar a produtividade e gerar empregos, o governo vai atuar por meio de políticas públicas em torno de seis pilares – simplificação tributária e regulatória; financiamento competitivo; tecnologia e inovação; qualificação de mão-de-obra; infraestrutura e serviços; ambiente de negócios e desburocratização.

Foto: Governo do Estado de São Paulo
Governador de São Paulo, João Doria fez anúncio de benefícios setoriais nesta quinta

A Secretaria de Desenvolvimento Econômico disse que haverá discussão com os 11 polos industriais, e que os planos serão feitos a partir de características específicas do setor no território.

“A criação desses polos não implica aporte financeiro aos setores, não visa a redução de arrecadação, tampouco a criação de subsídio direto ou crédito direcionado. O objetivo é otimizar programas existentes”, explicou.

Superintendente de Políticas Industriais e Econômicas do Sinditêxtil (Sindicato da Indústria de Fiação e Tecelagem em Geral do Estado de São Paulo), Renato Jardim acredita que o pacote pode auxiliar a criar condições equilibradas de concorrência.

“Aqui em São Paulo temos o maior polo de produção têxtil, emprega na cadeia toda 400 mil pessoas diretamente. O setor é de fato estratégico, gera muito emprego e tem capacidade de resposta rápida, de dar tração na economia”, avaliou.

“Todo incentivo por parte do governo é bem-vindo, principalmente para nossa região”, destacou o Presidente do Sinditec (Sindicato das Industrias de tecelagem, fiação, linhas, tinturaria, estamparia e beneficiamento de fios e tecidos de Americana, Nova Odessa, Santa Bárbara d´Oeste e Sumaré), Dilézio Ciamarro.

SETORES

Além do setor têxtil, a região está inclusa em outros polos de desenvolvimento econômico, como Saúde e Farma; Metal-Metalúrgico, Máquinas e Equipamentos; Automotivo; Químico, Borracha e Plástico; Derivados do Petróleo e Petroquímico; Biocombustíveis; Alimentos e Bebidas e Tech (Agritech, Aeroespacial, Serviços Tecnológicos).

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora