Tempo muda e temporais são esperados a partir de quarta

Uma nova frente fria muda o tempo a partir desta quarta-feira e a previsão é de temporais e queda na temperatura nas cidades da região


Uma nova frente fria muda o tempo a partir desta quarta-feira (24) na região. A informação é do Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura (Cepagri) da Unicamp. Segundo a pesquisadora e meteorologista do órgão, Ana Ávila, a previsão é de temporais e queda em torno de cinco graus na temperatura.

Esta terça-feira (23) ainda deve ser um dia quente na região, com temperatura na casa dos 30 graus. O clima será de sol, mas com aumento de nuvens no transcorrer do dia e pancadas de chuva à tarde, devido à aproximação da frente fria. Segundo a meteorologista, a mudança mais acentuada, no entanto, acontece a partir de quarta, com chuvas volumosas pelo menos até quinta-feira (25).

Foto: João Carlos Nascimento / O Liberal
Tempo quente deve dar lugar às fortes chuvas a partir desta quarta-feira

De acordo com a profissional, são esperados 40 milímetros de chuvas e fortes pancadas com temporais. Embora os maiores volumes sejam esperados para os próximos dois dias, as condições de tempo instável devem se manter até o final de semana. Em função das chuvas, os termômetros caem e a temperatura máxima nesta quarta não deve passar dos 25 graus.

Primavera

Um mês após o seu início, a primavera de 2018 vem sendo marcada pelo volume de chuvas. Segundo Ana Ávila, esse é um ponto positivo da estação. Intermediária entre inverno e verão, ela é caracterizada pela mistura das duas estações e, na medida em que o calendário vai se aproximando da estação mais quente do ano, a tendência é de que as chuvas e a temperatura aumentem gradativamente.

O verão terá início no dia 21 de dezembro e se estenderá até 20 de março de 2019. O horário de verão, que nos últimos anos começou em outubro, desta vez terá início no dia 4 de novembro e prossegue até 17 de fevereiro.

Para a meteorologista, as chuvas que estão ocorrendo na região são bem-vidas. “Tivemos um primeiro semestre bem seco, por isso as chuvas são positivas, principalmente para as áreas dos mananciais que abastecem a nossa região”, ressalta.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora