22 de outubro de 2020 Atualizado 22:23

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Calor

Temperatura pode passar de 40 graus a partir desta quarta na região

Inmet emite alerta para uma forte onda de calor ao longo dos próximos dias; umidade do ar também deve permanecer baixa

Por Heitor Carvalho

29 set 2020 às 09:27 • Última atualização 29 set 2020 às 09:29

Temperaturas máximas seguem acima da média - Foto: Marcelo Rocha - O Liberal.JPG

Americana e região devem registrar temperaturas que podem passar dos 40° C a partir de amanhã, segundo previsão do Cepagri (Centro de Pesquisas Meteorológicas e Climáticas Aplicadas à Agricultura), da Unicamp (Universidade Estadual de Campinas).

O Inmet (Instituto Nacional de Meteorologia) fez um alerta para uma forte onda de calor em boa parte do País ao longo dos próximos dias, enquanto o Inpe (Instituto de Pesquisas Espaciais) prevê que os termômetros alcancem 41° C na cidade no próximo final da semana.

“Estamos com temperaturas máximas bem acima da média, cenário que deve permanecer até sexta-feira. As temperaturas mínimas vão estar especialmente elevadas, em torno dos 24° C, o que agrava a sensação de desconforto, principalmente à noite”, destaca o meteorologista do Cepagri, Bruno Kabke Bainy.

As chuvas registradas na região durante a tarde de ontem foram isoladas e não devem melhorar de forma significativa os índices de umidade do ar.

“Alguma pluviosidade estava prevista para o sul e o litoral do Estado de São Paulo, mas existia também uma pequena possibilidade de chover na região, o que se concretizou. Mas não há previsão de mais chuvas para o restante da semana”, afirmou Bainy ontem.

A partir do dia 2 de outubro, no entanto, há uma indicação de uma pequena queda das temperaturas por conta de uma frente fria que vai passar pelo oceano. Apesar de não haver previsão de chuvas adicionais para o período, a região deve registrar nebulosidade e ventos relativamente fortes entre o sábado e domingo.

BAIXA. A umidade relativa do ar também deve permanecer baixa. A OMS (Organização Mundial da Saúde) considera estado de alerta índices entre 12% e 20%. As orientações para esse nível são manter-se hidratado, evitar exercícios físicos entre 11 e 17 horas e usar umidificadores. Também recomenda-se economizar água e evitar ações que possam causar focos de incêndio, como jogar cigarros acessos na rua e soltar balões, o que é crime.

Publicidade