13 de julho de 2020 Atualizado 22:45

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Supermercados têm horário exclusivo para idosos

Todas as 28 lojas da rede de supermercados atenderão exclusivamente clientes acima de 60 anos das 7h às 8h, todos os dias da semana, a partir de sexta

Por André Rossi / Isabella Holouka

19 mar 2020 às 09:27 • Última atualização 04 Maio 2020 às 19:35

Todas as 28 lojas da Rede de Supermercados Pague Menos atenderão exclusivamente clientes acima de 60 anos das 7h às 8h, todos os dias da semana, por tempo indeterminado, a partir desta sexta-feira (20). A medida visa minimizar os impactos do coronavírus (Covid-19) para a população idosa.

Saiba tudo sobre o coronavírus, o que ele provoca e como se prevenir

De acordo com a assessoria de imprensa do Pague Menos, algumas lojas abriam somente às 8h. Com a mudança, todas as unidades terão expediente a partir das 7h.

Além disso, a rede também reforçou a higienização de carrinhos e cestinhas de compras, maçanetas e bebedouros, e orientou os funcionários sobre os riscos de transmissão do vírus ao “cumprimentar com beijos, abraços ou aperto de mão”.

Preferencial

Com 16 lojas, a Rede de Supermercados São Vicente anunciou que idosos com mais de 60 anos têm preferência no atendimento das 7h às 8 horas. As lojas funcionam em horário normal.

Pelo Instagram, a rede está conscientizando os clientes a não exagerarem nas compras, já que os estoques estão com abastecimento normal. Outra recomendação é que apenas um membro da família vá ao mercado, deixando crianças e idosos em casa.

Outros

A reportagem do LIBERAL questionou por telefone as redes de supermercados Paulistão, Crema, Dia, Pérola, Comercial Esperança, Higa, Atacadão, Tenda Atacado e GoodBom que responderam que ainda não há previsão para alterações nos horários de funcionamento. O mercado Brait SempreTem, que tem duas lojas em Americana, apontou para a disponibilidade de serviço de entrega.

Além da Capa, o podcast do LIBERAL

A edição desta semana do podcast “Além da Capa” fala sobre a pandemia do Covid-19, o novo coronavírus, e seus impactos nas cidades que fazem parte da RPT (Região do Polo Têxtil). Ouça:

{{1}}