16 de agosto de 2022 Atualizado 22:16

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

PRODUTIVIDADE POLICIAL

RPT prende o equivalente a dois CDPs de Americana

Ordem das cidades pelos números de prisões é liderada por Sumaré na RPT

Por Cristiani Azanha

03 de julho de 2022, às 08h15

Nos primeiros cinco meses de 2022, 1.586 pessoas foram presas nas cidades da RPT (Região do Polo Têxtil), segundo as estatísticas da SSP (Secretaria de Segurança Pública). O número corresponde à lotação de mais de duas unidades do CDP (Centro de Detenção Provisória) de Americana, que tem a capacidade para 640 pessoas.

A ordem das cidades com maiores números de prisões é formada por Sumaré, com 428, seguida de Americana com 417, Hortolândia com 363, Santa Bárbara d’Oeste com 308 e Nova Odessa com 66. A média na região é de 8,8 prisões realizadas por dia.

O diretor do Deinter-9 (Departamento da Polícia Judiciária do Interior), delegado Kléber Antônio Torquato Altale, diz que as operações coordenadas estão dando a resposta com relação às prisões que estão sendo realizadas.

PMs são orientados para operação em Americana – Foto: Cristiani Azanha / LIBERAL

“Estamos concentrados em uma região com municípios conurbados. É importante essa troca de informações entre corporações e cidades na realização das prisões. Recentemente desenvolvemos um trabalho que partiu de uma investigação em Capivari, que resultou em prisões em Hortolândia, Capivari e Jundiaí”, relata Altale. Segundo ele, a interação entre as forças de segurança, como Polícia Militar e Guarda Municipal, une forças no combate à criminalidade.

Segundo o comandante do CPI-9 (Comando de Policiamento do Interior), coronel Willians de Cerqueira Leite Martins, são feitas reuniões periódicas de análises críticas, nas quais são estudadas as estatísticas da região para determinar as operações e ações de policiamento.

Outra preocupação, de acordo com o comando, é com a qualidade do serviço prestado. “O CPI-9 e 19º BPMI (Batalhão da Polícia Militar do Interior), de Americana, são as únicas unidades com a graduação ouro do PPMQ (Prêmio Polícia Militar da Qualidade) que reconhece as principais gestões no Estado de São Paulo”, afirma Cerqueira.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

Já o 10º Baep (Batalhão das Ações Especiais) concentra as ações que representam graves ameaças a ordem pública, em situações que indiquem potenciais ameaças dotadas de maior complexidade, impactando na redução dos indicadores criminais e fortalecendo a percepção de segurança das comunidades, segundo o destacamento especializado.

O efetivo também atua em apoio ao Poder Judiciário ou ao Ministério Público, no cumprimento de mandados de prisão, busca e apreensão e policiamento com cães, cujo Canil está sediado em Sumaré. Os policiais ainda realizam treinamentos constantes e também repassem os conhecimentos para o patrulhamento, como a Ronda Escolar, em atuações em suposto atentado, em escolas, por exemplo.

Publicidade