18 de abril de 2021 Atualizado 22:26

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

BENEFÍCIO ESTADUAL

Retomado, programa Merenda em Casa vai atender 17 mil alunos na Região do Polo Têxtil

Todos vão receber, a partir do próximo dia 7, R$ 55 por mês enquanto as aulas presenciais estiverem suspensas

Por Rodrigo Alonso

04 abr 2021 às 08:14

Em sua retomada, o programa Merenda em Casa, do governo de São Paulo, vai atender 17.302 estudantes da rede estadual na RPT (Região do Polo Têxtil), segundo números divulgados pela Secretaria da Educação do Estado ao LIBERAL.

Todos vão receber, a partir do próximo dia 7, R$ 55 por mês enquanto as aulas presenciais estiverem suspensas. Os pagamentos serão realizados por meio do PicPay.

Das cinco cidades da região, Sumaré é a que terá mais alunos atendidos, com 6.146, seguida de Hortolândia, com 5.273; Americana, com 3.121; Santa Bárbara d’Oeste, com 2.198; e Nova Odessa, com 564.

Mesmo com o auxílio, refeições continuarão disponíveis nas escolas – Foto: Marcelo Rocha / O Liberal

Na última quarta-feira, o governador João Doria (PSDB) anunciou o retorno do programa, que já havia pagado nove parcelas do benefício em 2020, até dezembro, para 720 mil estudantes de todo o Estado.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Neste ano, o Merenda em Casa vai subsidiar a compra de alimentos de 920 mil crianças e adolescentes registrados no Cadastro Único de programas sociais – os beneficiados são de famílias que possuem renda per capita de até R$ 178 mensais.

Paralelamente, as refeições que estão sendo servidas nas escolas estaduais, nesse período, também continuam disponíveis para os alunos contemplados no Merenda em Casa.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

“A escola, como eu disse, é um ponto central, fundamental da nossa sociedade. E ser essencial significa isso, trabalhar para os que mais precisam”, afirmou o secretário estadual da Educação, Rossieli Soares, na última quarta, em entrevista coletiva no Palácio dos Bandeirantes.

Pagamento
Para receber o dinheiro, o beneficiário precisa baixar o aplicativo PicPay em seu smarphone e criar uma conta. O usuário deve informar nome, CPF, data de nascimento e, depois, validar sua identidade.

Na sequência, receberá notificações no aplicativo com pedidos para que encaminhe uma selfie e uma foto do RG ou CNH (Carteira Nacional de Habilitação). Após a confirmação do envio, o benefício é creditado na conta PicPay da pessoa.

Não há necessidade de ter conta bancária ou cartão de crédito. O cidadão consegue sacar o dinheiro em um caixa eletrônico da rede 24Horas e transferir o valor para outras contas, sem taxa adicional.

Publicidade