20 de junho de 2021 Atualizado 20:54

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Americana e região vão receber 22 respiradores para combate ao novo coronavírus

Americana, Santa Bárbara, Sumaré e Hortolândia terão 5 equipamentos cada; Nova Odessa terá mais dois respiradores

Por Natália Velosa

09 jun 2020 às 14:21 • Última atualização 09 jun 2020 às 19:03

As cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) irão receber 22 respiradores do governo do Estado de São Paulo. Os equipamentos devem chegar até o final desta semana, segundo informou o governo paulista.

Americana, Santa Bárbara d’Oeste, Sumaré e Hortolândia receberão cinco respiradores cada. Já Nova Odessa terá mais dois equipamentos.

Respiradores serão destinados pelo Governo de São Paulo – Foto: Governo de São Paulo_07/06/2020

Os novos equipamentos permitirão a ampliação de UTIs (Unidades de Terapia Intensiva), destinadas ao atendimento de pacientes com o novo coronavírus (Covid-19).

Os respiradores serão enviados a unidades hospitalares estaduais, municipais ou filantrópicas das cidades.

Além da RPT, outras cidades da região de Campinas também vão receber os respiradores. Serão destinados mais 10 novos aparelhos para Campinas, 5 para Indaiatuba e 5 para Amparo. Também foram anunciados 5 respiradores para Rio Claro e mais 5 para Limeira.

Respiradores serão utilizados no combate à Covid-19 nas cidades da região – Foto: Assessoria de Comunicação do deputado Cauê Macris

Na segunda-feira (8), o Estado havia anunciado que outros 15 aparelhos serão destinados ao AME (Ambulatório Médico de Especialidades) de Campinas.

A distribuição é feita para locais com maior demanda de internações por coronavírus e estrutura para novos leitos, permitindo ampliação da capacidade de atendimento da rede pública de saúde.

Até o fim desta semana, o Governo do Estado pretende entregar 830 respiradores para hospitais de todo o estado.

* Estagiária, sob supervisão de Talita Bristotti.

Podcast Além da Capa
A relação de Americana com Santo Antonio, o padroeiro da cidade, completa 120 anos em 2020, mas a festividade em torno da data foi forçada a ser revista por conta da pandemia do novo coronavírus (Covid-19). Nesse episódio, o editor Bruno Moreira conversa com o administrador paroquial da Basílica, o padre Valdinei Antonio da Silva. A necessidade do cancelamento de outros eventos da comunidade católica, como as festas de São João de Carioba e do Senhor Bom Jesus, também é abordada com os padres Marcos Ramalho e Marcelo Fagundes.

Publicidade