19 de abril de 2021 Atualizado 15:25

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

Covid-19

Região do Polo Têxtil registra mais 19 óbitos e chega a 1.778 no total

Apenas Americana e Nova Odessa não divulgaram boletins dos casos de coronavírus nesta quinta-feira

Por André Rossi

01 abr 2021 às 20:54 • Última atualização 01 abr 2021 às 20:55

Três das cinco cidades da RPT (Região do Polo Têxtil) registraram 19 novas mortes provocados pelo novo coronavírus (Covid-19). Agora, a região soma 1.778 vítimas da doença desde o início da pandemia.

Hortolândia teve o maior número de registro do dia: 10. Além dos informados no boletim desta quarta, a cidade sofreu a perda do prefeito Angelo Perugini (PSD).

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Até o momento, são 10.933 casos confirmados da doença, com 385 mortes. O perfil 10 vítimas informadas no boletim:

– homem de 38 anos, sem comorbidades, que estava internado no Hospital Emílio Ribas, em São Paulo, e faleceu no dia 10 de fevereiro;

– mulher de 42 anos, sem comorbidades, que estava internada no Hospital da Brasilândia, em São Paulo, e faleceu no dia 14 de fevereiro;

– mulher de 71 anos, com comorbidades, que estava internada no Hospital da Brasilândia, em São Paulo, e faleceu no dia 1º de março;

– mulher de 57 anos, sem comorbidades, que estava internada na UPA do Jardim Amanda e faleceu no dia 30 de março;

– homem de 42 anos, com comorbidades, que estava internado no Hospital Municipal Mário Covas e faleceu no dia 21 de março;

– homem de 59 anos, com comorbidades, que estava internado no Hospital Municipal Mário Covas e faleceu no dia 30 de março;

– homem de 30 anos, sem comorbidades, que estava internado no Hospital Samaritano, em Campinas, e faleceu no dia 28 de março;

– mulher de 35 anos, com comorbidades, que estava internada na UPA do Jardim Amanda e faleceu no dia 19 de março;

– homem de 65 anos, com comorbidades, que estava internado na UPA do Jardim Amanda e faleceu no dia 19 de março;

– homem de 66 anos, com comorbidades, que estava internado no Hospital da Brasilândia, em São Paulo, e faleceu no dia 21 de março;

Em Santa Bárbara d’Oeste, sete novos óbitos foram registrados, elevando para 374 o número de vítimas. A prefeitura não divulga dados sobre comorbidades:

– mulher de 79 anos que faleceu em 27 de março;

– mulher de 76 anos que faleceu em 29 de março;

– homem de 73 anos que faleceu em 31 de março;

– mulher de, 66 anos que faleceu em 31 de março;

– mulher de 54 anos que faleceu em 31 de março;

– mulher de 49 anos que faleceu em 1º de abril;

– mulher de 70 anos que faleceu em 1º de abril

Já em Sumaré são duas novas mortes. A cidade segue na liderança da região, tanto em casos positivos quanto óbitos: 16.047 e 541, respectivamente. As novas vítimas são:

– 31/03: Mulher de 70 anos, com comorbidades. Estava internada no Hospital Municipal de Paulínia;

– 01/04: Homem de 54 anos, com comorbidades. Estava internado em Arthur Nogueira no Hospital Bom Samaritano.

Apenas Americana e Nova Odessa não divulgaram boletins atualizados nesta quinta-feira. A primeira acumula 371 mortes, enquanto a segunda registra 107.

Publicidade