04 de dezembro de 2020 Atualizado 20:02

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Covid-19

Região do Polo Têxtil chega a 800 mortes por coronavírus

Óbito de número 800 foi de um homem de 32 anos, em Hortolândia; outros municípios da RPT não registraram mortes

Por Marina Zanaki

16 out 2020 às 19:58

A pandemia do novo coronavírus (Covid-19) matou 800 pessoas na RPT (Região do Polo Têxtil). O número foi alcançado nesta sexta-feira (16). Essas vidas foram perdidas ao longo de quase sete meses – a primeira morte pela pandemia foi em 27 de março, em Americana.

O óbito de número 800 era um homem de 32 anos sem comorbidades que morava em Hortolândia. Ele foi internado na Unidade Respiratória do Nova Hortolândia no dia 1° de outubro e morreu no dia 5. O homem não sofria de outras comorbidades.

Caso semelhante havia sido divulgado na quinta-feira como a 154ª morte na cidade, mas momentos depois os dados do paciente foram alterados no boletim.

A prefeitura esclareceu nesta sexta-feira que a 154ª morte contabilizada é de um homem de 54 anos que morreu quinta-feira, no Hospital Metropolitano, em Campinas.

As demais cidades da RPT não informaram óbitos nesta sexta-feira. Santa Bárbara registrou 83 novas confirmações, chegando a 5.960 infectados – desses, 189 morreram.

Americana confirmou 62 novos casos positivos. A cidade contabiliza agora 6.065 moradores que foram infectados, dos quais 164 morreram.

Cidade com mais óbitos, Sumaré contabiliza 247 vítimas e registrou mais oito novos casos positivos nesta sexta-feira. O mesmo número de novos positivos foi registrado por Nova Odessa no boletim desta sexta-feira; o município tem 45 vítimas da pandemia.

Publicidade