25 de julho de 2021 Atualizado 12:01

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Publicidade

Compartilhe

RMC

Região de Campinas tem 24 mil que não retornaram para segunda dose contra coronavírus

Secretaria de Estado da Saúde fez apelo para que população retorne para dose de reforço

Por Marina Zanaki

07 Maio 2021 às 14:53 • Última atualização 07 Maio 2021 às 14:56

Em todo o Estado de São Paulo, cerca de 400 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose - Foto: Marilia Pierre/Prefeitura de Americana

A Secretaria de Estado da Saúde revelou que 24.378 moradores das cidades que compõem o DRS (Departamento Regional de Saúde) de Campinas não retornaram para receber a segunda dose da vacina contra o novo coronavírus (Covid-19). A regional é composta por 42 municípios, incluindo Americana, Hortolândia, Nova Odessa, Santa Bárbara d’Oeste e Sumaré.

Receba as notícias do LIBERAL no WhatsApp

A pasta estadual calculou que 18.788 moradores que receberam a primeira dose da Coronavac, produzida pelo Instituto Butantan, não retornaram para o reforço. A criação de anticorpos e proteção só ocorre a partir da aplicação da segunda dose.

Outras 5.590 pessoas da região de Campinas que tomaram a primeira dose da vacina AstraZeneca/Oxford, produzida pela Fiocruz, não retornaram para o reforço dentro do prazo previsto de três meses. A primeira dose desse imunizante já confere cerca de 76% de proteção, mas o reforço eleva para 81%.

O LIBERAL no seu e-mail: se inscreva na nossa newsletter

Infectologista que atua na linha de frente da pandemia em Americana, Arnaldo Gouveia Junior fez um alerta na semana passada sobre internações em pacientes que tomaram uma dose da vacina. “Uma só não adianta. Está cheio de gente internado com uma dose, tem que ter as duas”, disse o médico ao LIBERAL na ocasião.

“Quando falamos da vacina da Fiocruz, temos que lembrar que são 12 semanas (o prazo entre as doses). Muitas vezes esquecem, a vida corrida, o trabalho remoto, estamos vivendo um momento diferente da nossa rotina. Mas faço um apelo para que quem não tomou a segunda dose volte à Unidade Básica de Saúde e complete seu esquema vacinal”, recomendou a Coordenadora Geral do Programa Estadual de Imunização, Regiane de Paula.

Em todo o Estado de São Paulo, cerca de 400 mil pessoas não retornaram para receber a segunda dose contra a Covid-19.

Publicidade