23 de janeiro de 2021 Atualizado 22:11

8 de Agosto de 2019 Atualizado 13:56
MENU

Compartilhe

Plano São Paulo

Reclassificação para fase amarela coloca em risco horário especial do comércio

Calendário da Acia prevê o início do horário especial na próxima segunda-feira (7), com atendimento das 9h às 21h

Por Marina Zanaki

01 dez 2020 às 07:57

A regressão da região da Fase Verde do Plano São Paulo para a Fase Amarela vai afetar o horário especial de final de ano do comércio. Pela nova regra, os estabelecimentos podem ficar abertos por até 10 horas, sejam elas sequenciais ou fracionadas.

O calendário da Acia (Associação Comercial e Industrial de Americana) prevê o início do horário especial na próxima segunda-feira (7), com atendimento das 9h às 21h. O horário especial consiste em estender para 12 horas de atendimento nos dias de semana, o que estava autorizado na Fase Verde, mas passou a ser impedido na Fase Amarela.

Em nota oficial, a entidade disse que, diante da redução do tempo máximo de funcionamento dos estabelecimentos, está “dialogando com os comerciantes e o setor público visando adequar-se à nova realidade sem ferir o que determina a lei”.

O calendário de final de ano também prevê atendimento em horário especial aos finais de semana. Nos sábados 5, 12 e 19 de dezembro, as lojas estarão abertas das 9h às 18h. Nos domingos 13 e 20 de dezembro, o comércio vai funcionar das 9h às 15h.

“A entidade ressalta, ainda, que a nova classificação não afeta o horário estendido previsto para os sábados e nem a abertura aos domingos de dezembro, pois a carga horária nestas datas respeita os limites desta fase do Plano SP”, disse a Acia.

SURPRESA
Presidente da Acisb (Associação Comercial e Industrial de Santa Bárbara d’Oeste), João Batista de Paula Rodrigues disse que a reclassificação para a Fase Amarela pegou os comerciantes de surpresa.

“Oito meses, período com loja fechada, e chega agora, em uma época tão importante. Foi uma notícia ruim. A gente espera não sofrer mais ainda com a mudança de fase e torcer para que saia logo”, disse o presidente.

O calendário do comércio de Santa Bárbara prevê o funcionamento das lojas das 9h às 22h a partir de segunda-feira. João disse que a entidade aguarda com expectativa a reunião do governo com prefeituras de 62 cidades em estado mais crítico no Estado – incluindo Santa Bárbara – e que tem a esperança de negociar a abertura no período noturno.

“Estamos aguardando a publicação do decreto e a reunião de amanhã com os prefeitos, com a expectativa que seja mais flexível. Esperamos conseguir manter o horário estipulado em nosso calendário, até 22h, porque a gente entende que quanto mais horas aberto, menos gente circulando. Foi até uma reclamação que recebemos, se reduz horário, tem mais gente no horário que está aberto”, criticou João Batista.

Caso não seja possível manter o calendário, a entidade considera abrir as portas mais tarde em dezembro para conseguir estender o atendimento até a noite. O período noturno é estratégico para as vendas de final do ano, segundo o presidente.

SHOPPING
O Tivoli Shopping disse que aguarda o posicionamento da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste para informar sobre mudança no horário de atendimento.

Com relação à pauta sobre a mudança da fase verde para a fase amarela, o Tivoli Shopping aguarda o posicionamento oficial da Prefeitura de Santa Bárbara d’Oeste para informar sobre a mudança em seu expediente.

Após o retorno para a Fase Verde, o estabelecimento retornou ao horário normal de funcionamento. De segunda-feira a sábado, as lojas, quiosques, alimentação e lazer funcionam das 10h às 22h. Aos domingos, lojas e quiosques atendem o público das 14h às 20h, enquanto a praça de alimentação fica aberta das 12h às 22h.

Publicidade