Radares inteligentes em rodovias ainda não têm prazo para funcionar

Esse tipo de aparelho flagra se o veículo tem queixa de furto ou roubo e se está com o IPVA e o licenciamento vencidos


Os dois radares inteligentes instalados na Rodovia dos Bandeirantes (SP-348), em Santa Bárbara d’Oeste, ainda não entraram em operação nem têm prazo definido para funcionar. Além deles, outros radares próximos da região, como os dois que ficam na Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), em Piracicaba, também não estão operando.

Esse tipo de aparelho flagra se o veículo tem queixa de furto ou roubo e se está com o IPVA (Imposto sobre Propriedade de Veículos Automotores) e o licenciamento vencidos, por exemplo.

O DER (Departamento de Estradas de Rodagem) informou que trabalha para a conclusão no “menor prazo possível”. O departamento informou ainda que o consórcio Vias Paulistas, vencedor do processo de licitação, solicitou às empresas concessionárias a energização dos pontos já instalados. Depois disso, os aparelhos ainda precisam passar por aferição do Ipem (Instituto de Pesos e Medidas).

Em todo Estado, já há outros 549 em funcionamento – com os 220 novos, passarão a ser 769.

Em Santa Bárbara, os radares estão no km 124,4 da pista norte da Bandeirantes e no 125,3 da pista sul, perto do posto Graal.

Na Rodovia Luiz de Queiroz (SP-304), dois aparelhos vão funcionar no km 158,4 das duas pistas, em Piracicaba.

Os radares serão integrados à central de inteligência do DER, conectada aos bancos de dados das polícias e Justiça.

LIBERAL VIRTUAL Acesse agora